Home » Dicas EVP » Correlação Verbal – Ctrl C + Ctrl V
Correlação Verbal
Correlação entre Tempos e Modos Verbais se dá através da ligação semântica entre os verbos de um período composto por subordinação do modo que haja uma harmonia de sentido na frase em que os verbos se encontram.
Imagine a seguinte frase: Caso eu tivesse dinheiro, faço um curso.
O que você diria dela? Há uma boa relação de sentido entre os verbos dessa frase? O verbo TER está no pretérito imperfeito do subjuntivo (tivesse), indicando hipótese, certo? O outro verbo, FAZER, está no presente do indicativo, indicando certeza e ação atual, certo? Podemos misturar hipótese e certeza na mesma frase? Faz sentido? NENHUM!!!
Bem, acho que você já começou a entender. É preciso que determinados tempos e modos verbais se complementem na frase para que ela tenha um sentido harmônico, e isso se deve muito à correlação entre tempos e modos verbais. Veja como a frase acima deveria ficar, para haver harmonia de sentido na frase:
CASO EU TIVESSE DINHEIRO, FARIA UM CURSO.
Tivesse: hipótese. Faria: hipótese. Ah…! Agora sim…! Entendi, Pestana!?
É isso aí, meu nobre! Para haver harmonia é preciso que haja “dobradinhas” harmônicas entre os tempos verbais e os modos verbais.
Existem três modos verbais: indicativo (certeza, fato), subjuntivo (incerteza, hipótese) e imperativo(ordem, pedido). Existem três noções temporais: passado (pretérito perfeito/imperfeito/mais-que-perfeito), presente e futuro (presente/pretérito).
Vamos ao que interessa? Além de dois verbos de mesmo tempo e mesmo modo poderem se “combinar”, há outras “combinações” possíveis. Ah! Não é para ficar que nem um louco devorador de tabelas; perceba a relação de sentido entre os verbos.
Conheça algumas possibilidades de “dobradinhas” verbais para que você não erre mais questões desse tipo:
Iniciando com o tempo Presente
·      Presente do indicativo + Pretérito Perfeito do Indicativo
Ex.: Hoje eu sei que tive chances com aquela mulher.
·      Presente do Indicativo + Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo
Ex.: Espero que ele tenha te apresentado àquela mulher.
·      Presente do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Indicativo
Ex.: Só hoje eu vejo que naquela época tinha chances com ela.
·      Presente do Indicativo + Futuro do Presente do Indicativo
Ex.: Sei que você me apresentará àquela mulher.
·      Presente do Indicativo + Presente do Subjuntivo
Ex.: Quero que você me apresente àquela mulher ainda hoje!
Iniciando com o tempo Pretérito
·      Pretérito Perfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo
Ex.: Pedi que você me apresentasse àquela mulher.
 
·      Pretérito Perfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Indicativo
Ex.: Notei que você ia me apresentar àquela mulher.
 
·      Pretérito Perfeito do Indicativo + Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo
Ex.: Quis que você tivesse me apresentado àquela mulher.
 
·      Pretérito Perfeito do Indicativo + Futuro do Pretérito do Indicativo
Ex.: Disseram que ela seria apresentada a mim.
 
·      Pretérito Imperfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo
 
Ex.: Desejava que você me apresentasse àquela mulher.
·      Pretérito Imperfeito do Subjuntivo + Futuro do Pretérito (simples ou composto) do Indicativo
Ex.: Se eu passasse por ela, apresentaria/teria apresentado a você.
·      Pretérito Imperfeito do Indicativo + Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo
Ex.: Queria que ela tivesse sido apresentada a mim.
·      Pretérito Mais-Que-Perfeito do Indicativo + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo
Ex.: Apelara que você me apresentasse àquela mulher.
·      Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo + Futuro do Pretérito Composto do Indicativo
Ex.: Se eu tivesse passado por ela, teria apresentado a você.
Iniciando com o tempo Futuro
·      Futuro do Pretérito + Pretérito Imperfeito do Subjuntivo
Ex.: Desejaria que me apresentasse àquela mulher.
·      Futuro do Pretérito do Indicativo + Pretérito Mais-Que-Perfeito Composto do Subjuntivo
Ex.: Gostaria que você tivesse visto àquela mulher.
·      Futuro do Subjuntivo + Futuro do Presente Indicativo/Presente do Indicativo
Ex.: Quando eu passar por ela, apresentarei/apresento a você.
·      Futuro do Subjuntivo + Futuro do Presente Composto do Indicativo
Ex.: Quando chegarmos até ela, já terá ido embora.
E aí, curtiu? Tenha certeza de que este material, apesar de extenso, vai ajudar você em qualquer concurso em que haja o domínio do registro culto Língua Portuguesa como critério de avaliação.
Por: Professor Fernando Pestana

5 Comments

  1. Róger M. Cardoso disse:

    BACANA!

  2. MARIA TEREZINHA DOS SANTOS disse:

    obrigado valeu ajuda

  3. Frederico Brum disse:

    Professor!

    Boa noite!!!

    As frases abaixo estão corretas?

    -Por que seu marido está chateado?

    Porque, EMBORA ele tenha comprado o computador semana passada, ele não funciona.

    Porque, EMBORA ele tenha comprado o computador semana passada, ele não funcionou.

    Porque, EMBORA ele comprasse o computador na semana passada, ele não funciona.

    Porque, EMBORA ele comprasse o computador na semana passada, ele não funcionou.

    Porque, EMBORA ele comprasse o computador na semana passada, ele não funcionava.

    Nestes casos os verbos tem que estar em harmonia também, ou seja, os verbo da oração principal deve estar no mesmo tempo do verbo da oração subordinada.

    Muito obrigado.

  4. Lea Cristina Rodrigues disse:

    Professor Pestana, sua explicação é perfeita e deliciosa de estudar! Obrigada, abraço!!

  5. robson gonçalves cordeiro disse:

    VALEU PESTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *