Home » News » Concurso do Iceam.gov causa confusão entre candidatos

O concurso lançado pelo Instituto Científico Educacional de Assistência aos Municípios (Iceam.gov) em 21 de fevereiro tem dado o que falar. Ocorre que, até a publicação do edital, a maioria dos concurseiros nunca tinha ouvido falar sobre a instituição. A surpresa maior: o Iceam.gov não possui site e a empresa organizadora, a Fundaso, não havia publicado informações complementares sobre o concurso até dias atrás. A equipe do Papo de Concurseiro recebeu uma série de e-mails e ligações de leitores reclamando sobre a falta de clareza por parte do instituto e da banca. Vamos tentar tirar algumas duvidas?

O que é o Iceam.gov?
O instituto não tem vínculo algum com ministérios. Ele foi criado em julho de 1987 e atua por todo o Brasil em parceria com organismos nacionais e internacionais em prol do desenvolvimento dos municípios brasileiros. Faz parte do rol das Instituições Brasileiras de Credibilidade no Congresso Nacional desde 1987 (Biblioteca Digital da Câmara dos Deputados – Repertórios Biográficos dos Deputados Federais Página 26. 53ª Legislatura 2007/2011).

Como posso entrar em contato com o organizadora, a Fundaso?
Em comunicado, o Iceam.gov afirmou que dúvidas podem ser sanadas até 5 de março pelos telefones (61) 3395-3770,   (62) 3223-4012 e (61) 8269-2324 em Brasília/DF; e (62) 8541-3325 em Goiânia/GO.

Sobre a seleção
São 432 oportunidades para cargos que abrangem todos os níveis escolares. Do número total de chances, 189 são para provimento imediato e outras 243 para cadastro de reserva. Haverá provas objetivas e discursivas em 23 de junho em todas as capitais da federação. Há chances para auxiliar de serviços gerais, auxiliar administrativo, técnico administrativo e gerente administrativo. Remunerações variam de R$ 1.017 a R$ 3.051.

Interessados podem se inscrever até 22 de março, pelo site www.fundaso.com.br . A taxa de participação é de R$ 50 para quem tem nível fundamental incompleto, de R$ 60 para quem tem nível fundamental completo, de R$ 70 para quem tem nível médio e de R$ 100 para quem possui graduação.

De acordo com informações divulgadas no site da organizadora, a Fundação da Solidariedade, as vagas são para o Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Amapá, Maranhão, Sergipe, Alagoas, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Acre, Rondônia, Amazonas, Tocantins, Piauí, Ceará, Pernambuco, Paraíba, Roraima, São Paulo e Paraná.

Fonte: Papo de Concurseiro / Correio Web

Saiba mais no SOS Concurseiro

2 Comments

  1. Marilene Flores disse:

    Importante que vocês divulguem que esse concurso é uma fraude!! O ministério Público está atuando no caso!! Inclusive a policia está investigando!!

  2. Aris Damaceno disse:

    Sim,aqui diz que o concurso é verdadeiro e tal,mas e a área dos inscritos?No site não há lugar nenhum em que possamos ver se estamos inscritos ou não ou se o pagamento foi recebido?Expliquem isso!!Até os sites mais “pobres” possuem isso e o da Fundaso não, você pode ser inscrever mil vezes mas você não tem acesso a um perfil de inscrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *