Home » News » Mapas mentais ajudam na memorização do conteúdo

Na busca pela aprovação, candidatos recorrem a técnicas de estudo não convencionais

Rio –  Com o aumento da concorrência nos concursos públicos, candidatos recorrem cada vez mais a meios alternativos para aprimorar os estudos e garantir a aprovação. Uma das técnicas mais difundidas atualmente entre os estudantes são os mapas mentais, que ajudam a memorizar o texto, melhorando a absorção do conteúdo estudado.

Segundo Alberto Dell’Isolla, especialista do IOB Concursos, mapas mentais são uma espécie de organizador gráfico composto por palavras-chave, cores e símbolos. Esses esquemas possuem uma ideia central, de onde partem ramificações com as principais categorias acerca dessa ideia. Em seguida, cada ramo se especifica, conforme a necessidade.

Resumo dos textos

“Como os mapas usam apenas palavras-chave, são capazes de resumir textos bem grandes de uma maneira incrível”, explica o especialista.

Para ele, as maiores vantagens dos mapas são a facilidade de memorização e de revisão do conteúdo. Marcelo Marques, diretor do site Concurso Virtual, acredita que esses esquemas são uma ferramenta importante para evitar que o candidato esqueça o conteúdo na hora da prova.

“Os mapas mentais fortalecem os estudos, uma vez que auxiliam o candidato na digestão e fixação de todo o conteúdo. Além disso, no momento da avaliação o candidato consegue se lembrar dos esquemas feitos e, assim, produz respostas baseadas no mapa mental”, argumenta.

Atividade fica mais prazerosa

O estudante Diego Machinez pretende fazer concursos importantes este ano, como Banco Central, Ministério Público da União e BNDES. Para isso, ele decidiu apostar nos mapas mentais.

“Adquiri mais produtividade e otimização dos estudos. Além disso, estudar se tornou um processo mais prazeroso com o uso, em paralelo, dos mapas mentais, aulas e livros”, explica o candidato.

Para Alberto Dell’Isolla, especialista em mapas mentais do IOB Concursos, as cores e símbolos dos mapas mentais facilitam o estudo. “Essa diferenciação pormenorizada favorece a memorização, pois traz excelentes gatilhos de memória. Além disso, esses elementos facilitam a organização do material de estudo, melhorando o processo de retenção de conteúdo por parte dos candidatos”, afirma.

Fonte: O Dia

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *