Home » News » Aprovado projeto que cria quadro de apoio de oficiais na Aeronáutica

O Plenário concluiu nesta terça-feira (12) a votação do Projeto de Lei 7521/10, do Executivo, que cria o Quadro de Oficiais de Apoio no Corpo de Oficiais da Ativa do Comando da Aeronáutica (QOAp).

Esse quadro será composto por profissionais de nível superior nas funções de apoio às atividades-fim nas áreas de saúde, de ciências exatas e humanas, de infraestrutura e de atendimento sanitário. A matéria será enviada à sanção presidencial.

Os deputados aprovaram nesta terça emenda do Senado ao projeto. A emenda estabelece um limite de idade de 32 anos para ingresso do aluno no estágio de adaptação necessário à inclusão no QOAp. Essa idade pode ser atingida até o dia 31 de dezembro do ano da matrícula nesse estágio.

O limite de idade constava do projeto original, mas havia sido retirado quando da votação na Câmara pela primeira vez. A idade mínima permanece sendo de 18 anos.

Concurso público
Segundo o projeto, os novos militares serão admitidos por meio de concurso público específico e de aprovação no estágio de adaptação. Todos os militares que não forem aprovados no estágio de adaptação retornarão à situação funcional anterior.

Os alunos do estágio serão equiparados a primeiro-tenente. Atualmente, essas funções são exercidas por servidores temporários que fazem parte do Quadro Complementar de Oficiais da Aeronáutica (QCOA).

A composição do novo quadro será correspondente à redução do QCOA.

Íntegra da proposta: PL-7521/2010

Fonte: Agência Câmara

Saiba mais no SOS Concurseiro

14 Comments

  1. Ricardo dos Anjos disse:

    Esse quadro de apoio da FAB vai beneficiar os “QI” ( QUEM INDICA ) tem muito dependente de Brigadeiros e Coronéis esperando a publicação do referido edital ! Isso tudo se confirma através do limite de idade, 32 anos, que irá penalizar os atuais oficiais temporários que entraram na FAB através de concurso público ( QCOA) e que na sua grande maioria já ultrapassa os 32 anos ! DESABAFO DE QUEM JÁ VIU MUITA COISA ERRADA NA FAB E PELO VISTO ESTÁ VINDO MAIS UMA.
    A FAB TÁ VIRANDO CABIDE DE EMPREGO PARA OS PARENTES DOS OFICIAIS SUPERIORES !

    • Leonardo Mayer disse:

      Caro amigo, esse edital nao beneficiará os QI. Eu fiquei os ultimos 6 anos lá e posso dizer que esperei muito por este edital e esta forma de acesso. Troco o QI (Quem Indica) pelo QE (quem estuda).

  2. Denize Ribeiro disse:

    Olá,
    Fiquei muito feliz com a aprovação desse projeto e estou na esperança que esse concurso saia logo. Sou do curso de contabilidade e gostaria de saber se o meu curso também entra nesse sistema? Já que entrei em contato com o CIAAR e fui informada que a partir de agora para o ingresso como oficial de contabilidade será por análise de curriculum. Isso me frustrou muito!!!
    Obrigada

  3. Pablo Abreu disse:

    Sou primeiro sargento da FAB e formado em TI. Esse concurso me interessaria bastante, mas já tenho 34 anos, o que impossibilita minha inscrição. Como o Ricardo mencionou, seria justo se essa oportunidade pudesse ser mais abrangente aos graduados e oficiais temporários da FAB, aumentando-se o limite de idade. Uma pena, pois é mais uma porta que se fecha e justamente pra quem veste o uniforme azul há tantos anos, como eu.

    • Priscilla Martins disse:

      Eu li que quem é da força pode fazer essa prova até os 40 anos. Procura pra ver se é verdade.

  4. marcos disse:

    Eu vejo que esse limite de idade poderia aumentar de 32 para 36, como ocorre no Exército e na Marinha, pois sinceramente, não vejo nenhuma justificativa plausível para se limitar a idade em 32 anos. No Exército em que o curso de formação é bem mais puxado que na FAB, o limite de idade é de 36 anos, então por quê não padronizar com as forças mais antigas. A FAB de novo querendo inovar e acaba fazendo besteira.

  5. Julyano Tinoco disse:

    O que eu não entendo é o porquê da idade ser limitada a 32 anos se temos no CIAAR o concurso para Oficiais de carreira, quadro de engenharia (QOENG), no qual o militar tem um plano de carreira que vai de 1º Ten até Brigadeiro e a idade limite é até 36.
    Pelo projeto de lei que li, vi que o QOAP vai de 1º Ten até Cel.
    Alguém poderia me explicar o motivo pelo qual as diferenças de idade?

    • amaral disse:

      Caro narigudo. Os 32 anos foi colocado por que a compulsória de coronel é de 62 anos. Nem parece que é milico. Abraço

      • marcos disse:

        Mas que besteira, asneira você acabou de falar amaral, me parece que vc é que não sabe de nada, a compulsória de coronel independe da idade imposta de 32 anos pois vc pode chegar até coronel, mas não significa uma condição obrigatória, logo poderíamos ter uma idade de admissão de 36 e o militar chegar até major, qual o problema?

  6. Lucy disse:

    somente quem já faz parte da FAB que pode fazer o concurso? não entendi se o concurso é para formar o quadro de oficiais de apoio ou é para quem é do quadro… sou formada em direito e me interesso pela carreira..

  7. Rodrigo Pires disse:

    Ola, por favor podem me informar se o curso de bacharel em educação física pode participar ?

  8. Fabrício Fernando Tarnawisky disse:

    O meu problema é que sempre tento me orientar e fazer a inscrição , aí muda o limite de idade, tenho 32 anos, não estou formado, apenas quero a oportunidade de ingressar e com compromisso provar que sou capaz, por que esse país não me dá a oportunidade de ser patriota e servir? Quero uma ajuda para conseguir ingressar na FAB, se alguém que pode me ajudar puder entrar em contato, agradeço já, obrigado mesmo.

  9. leonardo disse:

    gostaria de saber se o quadro de oficiais de apoio/serviços jurídicos é considerado oficial de carreira ou temporário?

  10. Marcos disse:

    É um absurdo que a vaga de Análise de Sistemas exija o grau de bacharelado, visto que o curso é de Análise é oferecido sempre com grau tecnólogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *