Home » News » Equiparação salarial de policiais causa polêmica em votação de PEC

Houve polêmica na discussão do dispositivo da PEC 111/11 que determinava a equiparação salarial entre os policiais do Distrito Federal e os policiais militares do Amapá e de Roraima contratados até 1993 que passarão a fazer parte do quadro da União.

Embora a maioria dos partidos tenha encaminhado o voto contrário à proposta, os deputados favoráveis fizeram questão de dizer que a equiparação não traria grande peso aos cofres públicos, argumento utilizado, por exempo, pelo deputado João Campos (PSDB-GO). O deputado aproveitou para defender o piso nacional de policiais e bombeiros (PEC 300/08).

O deputado Miro Teixeira (PDT-RJ) lembrou que os policiais que trabalhavam no Rio quando a cidade era o Distrito Federal (antes da inauguração de Brasília) hoje vivem na penúria e o mesmo não pode acontecer com os profissionais de RR e AP.

Já o deputado Júlio Cesar (PSD-PI) protestou contra a medida que, segundo ele, não atende aos princípios da Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele disse que essa equiparação levaria ao desequilíbrio entre as carreiras policiais.

O Plenário rejeitou a equiparação de salários por 208 votos a 188. Também foram registradas 4 abstenções.

Íntegra da proposta: PEC-111/2011

Fonte: Agência Câmara

Saiba mais no SOS Concurseiro

1 Comment

  1. Joao disse:

    Esqueceu de verificar o princípio da Lei de Responsabilidade Fiscal nos subsídios e vantagens do próprio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login