Home » News » Lei obriga Governo a contratar cerca de 400 professores efetivos na UESPI

Candidatos aprovados no último concurso vão à Justiça para exigir nomeações

O governo do Estado do Piauí é obrigado pela Lei Complementar nº 124/2009 a realizar a contratação de mais de 300 professores efetivos na Universidade Estadual do Piauí (UESPI) ainda este ano, mediante concurso público. É mais um motivo para que a reitoria da UESPI deixe de realizar concursos para contratação de professores provisórios/substitutos, e realize a nomeação, juntamente com o governo do Estado, dos candidatos classificados no último concurso para professor efetivo, nos cursos onde há necessidade.

A Associação dos Docentes da UESPI (ADCESP) está orientando os professores classificados no último concurso para professor efetivo que procurem a Justiça para exigir nomeação nas vagas hoje ofertadas irregularmente para professores substitutos/temporários. Em vários campi, professores classificados no concurso para efetivos já ingressaram com ação judicial. A reitoria da UESPI já está recebendo notificações da Justiça para se pronunciar a respeito dos pedidos judiciais.

Além disso, a ADCESP reivindica a realização de novo concurso público para contratação de professores efetivos ainda no primeiro semestre de 2013, para cumprimento do Artigo 47 da Lei Complementar 124/2009. Quando a Lei foi sancionada em 2009, estabeleceu-se um prazo de quatro anos para que todos os professores da UESPI fossem do quadro efetivo e que só se admitiria contratação de substitutos para, temporariamente, lecionarem em casos de afastamento de docentes do quadro efetivo (para mestrado, doutorado, tratamento médico etc). O prazo de quatro anos se expira em julho deste ano.

A ADCESP também cobra que a reitoria publique portaria/resolução prorrogando por mais um ano o prazo de validade do último concurso para professor efetivo. Atualmente, há cerca de 500 professores substitutos lecionando na UESPI. A reitoria ainda divulgou a necessidade real de contratação de professores efetivos na Instituição, mas estima-se que seja preciso contratar em torno de novos 400 professores efetivos na UESPI para atendimento da demanda atual.

Fonte: 180 Graus

Saiba mais no SOS Concurseiro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login