Home » News » MPU: Cespe/UnB é o organizador do concurso. Edital sairá em abril

Foi dado mais um grande passo rumo ao concurso do Ministério Público da União (MPU): o Cespe/UnB (Fundação Universidade de Brasília) foi escolhido, por meio de dispensa de licitação, para ser o organizador do concurso para técnico (nível médio) e analista (superior). De acordo com a Diretoria de Comunicação do órgão, a previsão é de que o edital seja divulgado em abril, possivelmente na primeira quinzena. A oferta de vagas do concurso deverá ser anunciada nos próximos dias, mas é certo que, além das oportunidades imediatas, haverá formação de cadastro de reserva, para ser utilizado durante o prazo de validade da seleção, que deverá ser de um ano, prorrogável por igual período.

Sabe-se, entretanto, que todos os estados deverão ser contemplados. O extrato de dispensa de licitação para a escolha da organizadora informa que o concurso será para técnico administrativo, que exige apenas o nível médio, e analista processual, aberto a graduados em Direito. No entanto, o MPU ainda não informou se outras especialidades serão ou não contempladas. Com a definição do Cespe/UnB como organizador, o próximo passo agora será a definição do cronograma do concurso.

Atualmente, as remunerações iniciais para os servidores são de R$5.345,03 (técnico) e R$8.276,42 (analista), incluindo o auxílio-alimentação, de R$710, entre outros benefícios. A contratação ocorrerá pelo regime estatutário, ou seja, com garantia de estabilidade. As provas devem ser marcadas em até 90 dias após a divulgação do edital, ou seja, final de julho.

Os selecionados vão atuar em um dos seguintes ramos que compõe o MPU: Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Militar (MPM), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e Ministério Público do Trabalho (MPT). Em 2010, ano da última seleção, houve vagas para as áreas Administrativa, Controle Interno, Orçamento, Edificação, Segurança, Transporte, Informática, Técnico Odontológico e Enfermagem, no caso de técnico. Já para analista, as oportunidades foram para os setores Administrativo, de Antropologia, Arquitetura, Comunicação Social, Engenharia, Informática, entre outros.

A avaliação objetiva, comum a todos os cargos, teve 150 questões, sendo 60 de Conhecimentos Básicos (Legislação Aplicada ao MPU, Português, Noções de Direito Administrativo, Constitucional e de Informática) e 90 de Conhecimentos Específicos. A redação, substituída por testes físico e prático para os postulantes a técnico de Segurança e de Transporte, teve 30 linhas, sendo que, aos candidatos a técnicos das demais áreas, versou sobre Atualidades, e aos aspirantes a analistas, sobre um tema condizente a atuação. veja abaixo o extrato da dispensa de licitação para a escolha da organizadora:
MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
SECRETARIA- GERAL
EXTRATO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO

Contratantes: União Federal, por intermédio do Ministério Público Federal, e a Fundação Universidade de Brasília – FUB. Objeto: Prestação de serviços técnico-especializados de organização e realização de concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva dos cargos de analista processual e técnico administrativo do quadro de pessoal do Ministério Público da União. Fundamento Legal: Art. 24, inc. XIII, da Lei 8.666/93, atualizada. Ratificação: Autoridade Superior -Artigo 26, da Lei no- 8.666/93 -Lauro Pinto Cardoso Neto, Secretário-Geral do MPF. Processo: 1.00.000.013478/2012-96.

Fonte: Folha Dirigida

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *