Home » News » Polícia Civil do Pará tem a quarta melhor remuneração do país

A titular da Secretaria de Estado de Administração (Sead), Alice Viana, reforçou na manhã desta terça-feira, 19, que o Governo do Estado receberá todas as categorias sindicais para discutir reajuste salarial e melhorias de trabalho, como já havia sido informado aos sindicatos das diversas categorias do funcionalismo público estadual. A reunião foi marcada para as 9h30 da próxima quinta-feira, 21, na sede da própria Sead, onde um grupo do Sindicato dos Servidores Públicos da Polícia Civil (Sindpol) iniciou uma manifestação na manhã de hoje. Alice Viana ressaltou ainda que, de acordo com o levantamento das secretarias de administração e planejamento de todo o país e dados obtidos junto ao Portal da Transparência dos estados, a remuneração atual de escrivão e investigador da Policia Civil do Pará, equivalente a R$ 3.983,84, é a quarta melhor do país.

“O Estado não está desonrando, descumprindo ou desrespeitando qualquer compromisso com os servidores. Nossa missão é de receber as categorias de forma democrática, demonstrar a situação financeira do Estado e estabelecer a política de reajuste para a data-base, que é o mês de abril”, frisou. Alice Viana detalhou que o reajuste a ser acordado com os servidores só incidirá na folha ao final de abril, de acordo com a revisão que for estabelecida, e que ainda faltam mais de 20 dias para que o pagamento daquele oês seja processada. “Nenhuma categoria de servidor público acumulou perda salarial nos últimos anos”.

O diretor jurídico do Sindpol, Pablo Farah, afirmou que entre as reivindicação da categoria está o aumento do ticket alimentação de R$ 320 para R$ 750, aumento salarial de 25% a 30%, gratificação de escolaridade para nível superior e o aumento da remuneração do plantão de R$ 180 para R$ 400. “Nossa bandeira principal é a incorporação do abono ao vencimento base do policial civil”, afirmou. Durante a manifestação, o grupo chegou a anunciar a suspensão por dois meses das atividades em plantões remunerados.

De acordo com a secretaria Alice Viana, em decorrência da inflação, os ganhos obtidos pelos servidores ao longo desses dois anos variaram de 20% a 42%. Nesse período, os policiais civis tiveram, além da recomposição da inflação, aumento salarial que variou entre 22% e 31%. Os reajustes fizeram com que a remuneração atual (R$ 3.983,84) de um policial civil no Pará – escrivão ou investigador – ficasse abaixo apenas da que é paga no Distrito Federal (R$ 7.514,33), Paraná (R$ 4.502,45) e Sergipe (4.359,01). “Uma categoria que tem a quarta melhor remuneração do país não pode querer convencer a sociedade que de que ganha apenas R$ 500,00 de vencimento base para prestar serviços à população”, argumentou Alice Viana.

Também participarão da reunião de quinta-feira, além da secretaria Alice Viana, os titulares das pastas de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof), Maria do Céu Guimarães, e de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Luiz Fernandes Rocha, além de outros dirigentes da área de Segurança Pública do Pará.

Fonte: Agência Pará

Saiba mais no SOS Concurseiro

1 Comment

  1. wanderson disse:

    Pelo visto a senhora secretaria, nao esta a par do ultimo edital da policia civil do Pará, no qual constava os vencimento basico de investigador, escrivao e papiloscopista de apenas 673,00!!! Presta atencao no a senhora diz na imprensa secretaria!!!! O povo nao eh burro!!! O que adianta a remuneracao chegar a qse 4mil por mes, sendo q de salario base e apenas 673, e qnd aposenta o policial vai viver com este salario de fome?????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login