Home » News » Policiais, militares e bombeiros mobilizam-se pela aprovação da PEC 300

Bombeiros, policiais civis e militares se reúnem hoje na Câmara para pedir a aprovação da PEC 300. O evento será no auditório Nereu Ramos e contará com a presença dos principais líderes do movimento em favor da proposta, que cria o piso nacional das três categorias. A proposta, apresentada em 2008, foi aprovada pelo Plenário em primeiro turno, em 2010, mas acabou engavetada porque obrigaria a União a contribuir com os salários dos policiais.

Saiba mais sobre a tramitação de PECs

“A nossa intenção é mobilizar para exigir a votação de projetos importantes que tramitam no Congresso Nacional, assim como um melhor planejamento por parte do governo federal para as questões relacionadas ao setor”, ressaltou o deputado Mendonça Prado (DEM-SE), um dos principais defensores da PEC 300.

Entre as reivindicações da categoria estão:
– criação de uma polícia estadual única, desmilitarizada, e com direito a sindicalização e greve (hoje os bombeiros e policias militares não podem fazer greve);
– criação de um plano de carreira nacional único;
– criação de uma lei complementar para aplicar penas mais duras para crimes contra trabalhadores da segurança pública; e
– estabelecimento de um fundo nacional de segurança pública, alimentado por verbas provenientes dos tributos municipais, estaduais e federal, a fim de pagar o piso de subsídio nacional.

Para o parlamentar sergipano é preciso valorizar os trabalhadores de segurança pública, acabar com as perseguições políticas e garantir os recursos em um fundo constitucional para que a sociedade possa dispor de um serviço de qualidade.

“Não é aceitável combater a bandidagem arriscando a própria vida sem que haja garantias para os familiares, indenização justa para os casos em que houver acidente no exercício do trabalho e dignidade salarial também para os reformados e pensionistas”, concluiu Prado.

Íntegra da proposta: PEC-300/2008

Fonte: Agência Câmara

Saiba mais no SOS Concurseiro

6 Comments

  1. Raimundo Pereira Da Silva Filho disse:

    sou policial reformado do estado do piaui. nos estamos pronto para aconpanhar as manifestaçao por melhoria salarial hoje no dia 04 de julhode 2013 ja fizemos a nossa assenbleia para discutir com devemos sequir. todas entidade representativa de policiais estao ciente de que voam fazer.

  2. hanny frisch disse:

    sou pensionista da pmerj , meu falecido era 2º tenente reformado , por doença neurologica , ate hj não recebi aquele peculio da cbpmerj , um seguro de fome , e meu salario completamente defasado , com essa emenda contitucional 43 que o ex presidente lula aprovou , eles dizem que tenho que ter aumento de acordo com o inss , gostaria de saber se sou do estado ou federal , infelizmente esse governo é uma vergonha , gostaria de saber se eu como pensionista vou receber os benefícios da pec 300 tambem ?

    atenciosamente hanny frisch , rj

  3. jose vital de lima filho disse:

    Enquanto aí estiverem estes barbatanas que aí estão no puder nós não vamos passar disso sempre com o pires na mão pedindo esmola, só melhoramos quando esta corja perder o puder.

  4. jose vital de lima filho disse:

    lembram-se quando falei na corja, vejam os bilhões furtados da petrobrás e outras empresas de grande porte neste país, analizando os politicos brasoleiros, vejamos que nenhum é confiável é melhor nós não mais votarmos nesse país, eles fazem o que querem só pensam nos bolsos deles daqui pra frente não sabemos mais o que eles vão roubar, a pena de morte para ladrões do dinheiro público e outros aproveitadores esse sistema é pior que vampiro.

  5. nilton j. amaral disse:

    Ja passou da hora deste governo federal, começar a pensar na segurança publica no Brasil, dar salario digno para policiais militares e bombeiros, pec- 300 ja.

  6. nilton j. amaral disse:

    Para melhorar segurança publica no Brasil, pec-300 ja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login