Home » News » Anvisa: Inscrições prorrogadas até 14 de abril

As inscrições para o concurso da Anvisa, que estavam previstas para encerrar nesta quarta-feira, dia 10, foram prorrogadas até o próximo domingo, 14, devido a problemas técnicos no site da Cetro, organizadora. De acordo com comunicado no site da agência, será publicado um edital no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 11, prorrogando o prazo. As demais datas previstas não serão alteradas.

São oferecidas 314 vagas em Brasília, em cargos dos níveis médio e superior, com rendimentos de R$5.133,18 a R$10.392,20. Das oportunidades, 128 são para o nível médio, sendo 100 para técnico em regulação e vigilância sanitária (médio), que proporciona remuneração de R$5.357,98; e 28 para técnico administrativo (médio), com rendimentos de R$5.133,18. Para os graduados (em diversas áreas) há 157 vagas de especialista em regulação e vigilância sanitária e 29 de analista administrativo. Os ganhos são de R$10.392,20 e de R$9.636,20, respectivamente.

Os selecionados serão convocados imediatamente, segundo garantiu o assessor da Presidência da autarquia e presidente da comissão do concurso, Ivo Bucaresky, em entrevista à FOLHA DIRIGIDA. Os contratos serão regidos pelo regime estatutário, que garante a estabilidade empregatícia, e a carga de trabalho semanal será de 40 horas.

Inscrições – O formulário está disponível no site do Cetro Concursos, organizador. A taxa é de R$50 para técnico administrativo e técnico em regulação e vigilância sanitária e de R$70 para especialista em regulação e vigilância sanitária e analista administrativo. O boleto deverá ser pago exclusivamente nas agências do Banco do Brasil.

As provas objetivas (80 questões) e discursivas (uma redação) serão aplicadas 2 de junho. Os candidatos aos cargos de técnico administrativo e técnico em regulação serão avaliados somente no turno da manhã. Já para os concorrentes às funções de analista administrativo e especialista de regulação uma parte do exame será realizado pela manhã e a outra no turno da tarde.

A aprovação está condicionada à obtenção do mínimo de pontos estabelecido para cada disciplina do exame objetivo. Respeitados os empates na última colocação, serão corrigidas as provas discursivas dos aprovados nas provas objetivas e classificados dentro do limite de três vezes o número de vagas para os cargos com mais de 15 vagas. O limite será de cinco vezes o número de vagas para os cargos com menos de 15 vagas.

No exame discursivo, para ser aprovado é preciso obter 40% dos pontos. Posteriormente, haverá avaliação de títulos para os concorrentes às vagas de analista administrativo e especialista de regulação, que mais adiante passarão por um curso de formação.

Fonte: Folha Dirigida

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login