Home » News » Polícia Civil/MS perde 300 agentes em dois anos

Ainda na pauta de reivindicação da Sinpol está a realização de novos concursos públicos para suprir a carência de efetivo em todo o Estado. Conforme o presidente do Sindicato dos Policiais Civil, Alexandre Barbosa da Silva, atualmente o Estado possui um déficit de 1,2 mil policiais e escrivães. “A questão do efetivo está na nossa pauta de reivindicação todos os dias. Nós realmente teríamos que ter mais mil policiais apenas para suprir a nossa carência. Não estou falando de policiais a mais, mas para ter um quadro mínimo de agentes”, destacou.

 

Silva explica que, apenas nos dois últimos anos, a Polícia Civil perdeu aproximadamente 300 policiais. Parte desses profissionais foi aposentada por tempo de serviço, enquanto outros desistiram da carreira. “Temos um dos piores salários do país e um volume de trabalho muito grande. Com isso, o policial acaba buscando outras carreiras. É muito serviço para pouco salário”.

 

Atualmente, Mato Grosso do Sul teria 1,3 mil profissionais atuando nas delegacias da Polícia Civil. Em 2011, havia 1,6 mil profissionais na ativa.

 

Mesmo assim, o sindicalista defende a boa produtividade dos agentes. De acordo com ele, o estado ficou em sexto lugar, no ano passado, no ranking de crimes de homicídios elucidados. O levantamento é feito pelo Ministério da Justiça. “Trabalhamos bastante, estamos em um estado fronteiriço, que é rota do tráfico de drogas e de armas. Por isso, nossa reivindicação é justa”, declarou.

 

Fonte: Jornal do Povo

Saiba mais no SOS Concurseiro

2 Comments

  1. Valmir Araujo Dionizio disse:

    que pena agente estuda para um concurso e nunca sai

  2. Aprovado 2ª Fase disse:

    Pelo menos o de delegado saiu… estou na 2ª fase e nas vagas. UHUUUUUUUU

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login