Home » News » IBGE: Instituto acelera os preparativos e edital sairá até o fim de julho

Os interessados no concurso para efetivos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) devem intensificar os estudos. De acordo com o projeto básico enviado para as organizadoras, a Diretoria Administrativa do instituto está trabalhando para que possa lançar até 30 de julho o edital para as carreiras de técnico (300 vagas, nível médio); analista e tecnologista (60 para cada cargo, ambos de nível superior); e pesquisador (12, superior com mestrado ou doutorado). Embora o Ministério do Planejamento tenha autorizado 440 vagas, o projeto básico estabelece que serão oferecidas 432 (300 para o nível médio e 132 para o nível superior). O Rio de Janeiro será contemplado com 138 vagas, sendo seis para técnico e 132 para os cargos de analista, tecnologista e pesquisador. As outras 294 vagas de técnico serão distribuídas por 281 municípios de 23 estados. A contratação será feita sob o regime estatutário.

A taxa de inscrição já tem valores pré-definidos: R$50 para técnico (nível médio), R$110 para analista e tecnologista (superior) e R$140 para pesquisador (superior com mestrado ou doutorado). De acordo com o cronograma do projeto básico, os interessados terão de 26 de agosto a 17 de setembro para se inscreverem. A expectativa é de que a organizadora seja escolhida até meados de julho. Para concorrer a uma das 300 vagas de técnico em informações geográficas e estatísticas, será preciso possuir, além do nível médio, carteira de habilitação categoria “B”. A remuneração inicial é de R$3.186,10.

Para as 120 vagas de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística e tecnologistas em informações geográficas e estatísticas (60 em cada cargo), o candidato deverá ter formação superior em áreas específicas (ver tabela nesta página). Para essas duas carreiras, a remuneração inicial é de R$6.728,60 (podendo chegar a R$7.085,33 com aperfeiçoamento, R$7.442,06 com mestrado e R$8.303,24 com doutorado). Já para disputar as 12 vagas de pesquisador será necessário ter mestrado ou doutorado. A remuneração inicial será de R$8.233,26 ou R$9.280,45, respectivamente. Para todos os cargos, os rendimentos já incluem R$373 de auxílio-alimentação. Os candidatos serão submetidos a provas objetiva, discursiva e prática, além de análise curricular, conforme o cargo escolhido.

Fonte: Folha Dirigida

Saiba mais no SOS Concurseiro

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login