Home » News » MPU: Novo concurso para técnico e analista pode superar 40 áreas

Os interessados em participar do novo concurso para técnico e analista do Ministério Público da União (MPU), confirmado para o próximo semestre, têm motivos para se animar, já que o órgão costuma chamar mais aprovados do que o estipulado nos editais. Prova disso foi a seleção de 2010, que, além dos cargos de técnico administrativo (nível médio) e analista processual (superior em Direito), que não serão contemplados agora, ofertou outras 120 vagas em diversas especialidades, mais cadastro de reserva. Sobre esse quantitativo foram feitas 1.270 convocações.

Com base na Portaria nº 302 da Procuradoria Geral da República (PGR), divulgada internamente pelo MPU, mas disponível na FOLHA DIRIGIDA Online, a futura seleção pode abranger mais de 40 áreas, com exigências de nível médio, médio/técnico e superior (veja abaixo). Embora o órgão tenha o hábito de promover seleções com abrangência nacional, o Ministério tem até o próximo mês de julho para concluir um processo de remoção interna de servidores, passo fundamental para definir questões importantes, como as especialidades e, sobretudo, as localidades que serão atendidas pelo concurso. A partir daí, o MPU estará preparado para escolher a instituição organizadora – presume-se que será o Cespe/UnB – e divulgar o edital. Atualmente, a remuneração dos técnicos e analistas é de R$5.285,16 e R$8.216,55, respectivamente.

Sobre as vagas, há a possibilidade de uma quantidade significativa, em função da reconhecida escassez de servidores, ressaltada por alguns procuradores da República. Tal situação ocorre igualmente no Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério Público Militar (MPM) e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), os quatro órgãos vinculados ao MPU, para onde os convocados também poderão ser designados. O concurso de 2010 foi composto por provas objetivas e redação, essa última exceto para os cargos de técnico de apoio especializado em segurança e em transporte. A avaliação objetiva teve 150 itens para resposta nos comandos “certo” e “errado”, sendo 60 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional e Legislação Aplicada ao MPU, dependendo do cargo/área) e 90 de Conhecimentos Específicos.

Possíveis áreas a serem contempladas no próximo concurso do MPU

Analistas
Apoio Técnico Administrativo (Arquivologia, Atuarial, Biblioteconomia, Comunicação Social, Estatística)
Apoio Técnico Especializado (Finanças e Controle, Gestão Pública, Planejamento e Orçamento)
Medicina (Cardiologia, Clínica Médica, Dermatologia, Endocrinologia, Fisiatria, Ginecologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Psiquiatria)
Perícia (Antropologia, Arqueologia, Arquitetura, Biologia, Contabilidade, Economia, Engenharia Agronômica, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Minas, Engenharia de Segurança do Trabalho, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Sanitária, Geografia, Geologia, Medicina do Trabalho, Oceanografia, Tecnologia da Informação e Comunicação)
Saúde (Enfermagem, Farmácia/Bioquímica, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social)
Tecnologia da Informação e Comunicação (Desenvolvimento de Sistemas Suporte e Infraestrutura)

Técnicos
Apoio Técnico Administrativo (Controle Interno, Edificação, Orçamento, Segurança Institucional, Tecnologia da Informação e Comunicação, Transporte)
Saúde (Enfermagem, Laboratório, Saúde Bucal, Saúde)

Fontes: Folha Dirigida

Saiba mais no SOS Concurseiro

2 Comments

  1. Erica disse:

    Esse indicativo de possíveis áreas, toma como base o edital anterior: (2010) ou alguma informação complementar?

    • Redação EVP disse:

      Boa noite, sugerimos que você busque mais informações junto ao órgão responsável pelo concurso. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login