Home » News » Planejamento autoriza 888 nomeações em 11 órgãos federais

Oito ministérios e três secretarias do governo federal receberão a partir deste mês 888 novos analistas técnicos de políticas sociais nas áreas de gestão social, educação, previdência, assistência social e saúde. De acordo com a portaria – publicada pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) -, as contratações terão como contrapartida a extinção de 630 postos de trabalho terceirizados e de consultoria, admitidos por meio de organismos internacionais. As informações estão no Diário Oficial da União desta terça-feira (25/6), na página 56 da primeira seção.

Serão contemplados o Ministério da Saúde (MS), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Ministério das Cidades, o Ministério da Justiça, o Ministério da Previdência Social (MPS) e o Ministério da Educação (MEC). Também receberão reforço a Secretaria de Políticas para as Mulheres, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial e a Secretaria de Direitos Humanos.

O concurso
O edital, elaborado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), foi lançado em 2012 e ofereceu 825 vagas para analista técnico de políticas sociais. De acordo com o edital de abertura, a remuneração inicial é de R$ 5.466,53. As chances foram distribuídas nas áreas assistência social (77 chances), educação (30), gestão social (248), previdência (20) e saúde (450).

Fonte: Correio Web

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login