Home » News » Tribunais de Minas Gerais vão preencher 104 vagas

O Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJM/MG) e o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJMG) vão selecionar dois técnicos judiciários e 102 oficiais judiciários, mais a formação de cadastro reserva nos dois cargos, a partir de julho.

As inscrições serão abertas às 9h de 15 de julho e encerradas no dia 15 de agosto, às 19h (TJM/MG) ou às 23h59 (TJMG).

Ambos as seleções reservam 10% das oportunidades surgidas durante a validade dos concursos a pessoas com necessidades especiais.

Confira as vagas oferecidas em cada edital, com jornada de 30 horas por semana:

TJM/MG – Candidatos com ensino superior completo na área de atuação e registro no órgão competente poderão se candidatar à carreira de técnico judiciário, que remunera com R$ 3.386,72.

Os empregos dessa categoria estão na Secretaria do Tribunal de Justiça Militar (2ª instância), nos segmentos de direito (1); biblioteconomia (CR); contabilidade (1); jornalismo (CR); recursos humanos (CR), que pede graduação em psicologia, pedagogia ou administração de empresas e mínimo de três anos de experiência em gestão de recursos humanos; administração de banco de dados (CR); administração de rede (CR), e revisão judiciária (CR), para graduados em letras ou direito.

Já para os concursandos com nível médio e conhecimentos em informática (digitação, sistema operacional Windows, editor de textos, planilha eletrônica, correio eletrônico e internet), as ofertas são para oficial judiciário (2) e oficial judiciário nas especialidades de assistente técnico de controle financeiro (CR), que também requer técnico em contabilidade; assistente técnico de sistemas (CR) e assistente técnico de manutenção de informática (CR), que solicitam o técnico em processamento de dados, e oficial de justiça (1).

A vaga de oficial de justiça e um emprego de oficial judiciário serão ocupados em Secretarias do Juízo Militar (1ª Instância). As demais carreiras serão preenchidas na Secretaria do Tribunal de Justiça Militar (2ª Instância). O salário é de R$ 2.162,60.

Para concorrer aos postos é necessário completar o formulário no site www.fumarc.com.br e desembolsar a taxa de R$ 70 (superior) ou R$ 50 (médio). Candidatos que comprovem estar desempregados podem requerer a isenção das 9h de 10 de julho às 16h de 12 de julho.

A avaliação será feita por prova objetiva no dia 8 de setembro. O teste será aplicado em Belo Horizonte (MG) e terá questões de língua portuguesa, direito e informática. Dependendo da carreira almejada, podem ser apresentadas perguntas específicas e redação (técnico judiciário – revisor). O tempo total de prova é de quatro horas.

TJMG – Possui 99 postos vagos, mais cadastro, de oficial judiciário na especialidade oficial de justiça avaliador.

As colocações estão distribuídas pelas comarcas de Belo Horizonte, Barbacena, Juiz de Fora, Muriaé, Governador Valadares, Uberlândia, Uberaba, Varginha, Poços de Caldas, Divinópolis, São Sebastião do Paraíso, Montes Claros, Paracatu e Teófilo Otoni.

Para participar é necessário ter nível médio completo, se inscrever no endereço eletrônico www.makiyama.com.br/tjmg e pagar a taxa de R$ 50. A isenção pode ser pleiteada por desempregados no período de 15 a 19 de julho.

Em 15 de setembro, os inscritos serão convocados a realizarem prova objetiva nos municípios mineiros de Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia ou Varginha. Haverá 15 questões de língua portuguesa e informática, 15 de noções de direito e 30 de conhecimentos específicos a serem solucionadas em até quatro horas.

Os aprovados contarão com salário de R$ 2.162,60.

Fonte: JC Concursos

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login