Home » News » Detran-RJ: Volume de inscritos gera preocupação quanto à organização

O concurso para o Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ) atraiu 369.255 candidatos. A expectativa da Makiyama (CSK Serviços), organizadora, era em torno de 60 mil participantes. Com o grande número de inscritos, muito por conta do reduzido valor da taxa de inscrição (R$10,39), a organizadora optou por realizar a seleção em três datas diferentes. Para alguns especialistas, a mudança é boa para os candidatos, que terão mais tempo para estudar, mas deixa no ar uma preocupação quanto à capacidade da Makiyama de administrar o concurso. O especialista em concursos públicos e diretor pedagógico da Academia do Concurso, Paulo Estrella, faz um alerta. “Para o candidato, é o melhor dos mundos, ganhou um ótimo tempo para estudar. Mas a Makiyama me parece surpresa com o grande número de candidatos, o que deixa em dúvida sua capacidade de organização”, diz.

Para o advogado e especialista em concursos Sérgio Camargo, toda a situação é ridícula. “Fazer um concurso cobrando R$10 é ridículo. Qualquer pessoa despreparada irá se inscrever o que aumenta o número de candidatos, mas impede de se realizar um concurso com qualidade.” O advogado não acredita na capacidade da organizadora de realizar o concurso. “Uma organizadora desconhecida, cobrando um valor superbaixo e com uma quantidade enorme de candidatos. Fico preocupado com a seleção, e, caso venha ocorrer algum problema, a culpa é do Detran, que foi ineficiente em sua escolha”, ressalta. A Makiyama é uma organizadora que está há 14 anos no mercado, sendo mais conhecida em São Paulo e Minas Gerais. Para Paulo Estrella, chegou o momento de mostrar a sua eficiência. “É uma excelente oportunidade para ela mostrar a sua competência, em um concurso com um bom número de candidatos. No momento de escolha, gerou uma desconfiança, agora é hora de mostrar serviço”, comenta.

Segundo Paulo, esse concurso poderá representar uma mudança significativa no mundo dos concursos. “Torço e aposto no sucesso da seleção, apesar de algumas preocupações. Se tudo correr bem, dependendo do desempenho da Makiyama, irá tirar o primeiro impeditivo das pessoas participarem, as altas taxas de inscrição.” Uma das principais reclamações de quem presta concursos são os altos valores das taxas de inscrição. Alguns órgãos chegam a cobrar taxas de R$150. Para Paulo Estrella, um sucesso na realização desse concurso irá representar um divisor de água. “As grandes organizadoras cobram taxas altíssimas, e acreditamos que esse é o valor para se realizar uma seleção. Se a Makiyama conseguir realizar bem, sem problemas, irá mostrar que é possível fazer por menos, bem menos. Caso isso aconteça, teremos que discutir os concursos futuros, os valores futuros. E até quem sabe, adotar o pregão eletrônico outras vezes, estabelecendo alguns critérios técnicos”, ressalta.

Makiyama garante organização eficiente.
A mudança da data de prova, aliada ao baixo valor da taxa de inscrição, gerou alguns questionamentos sobre a capacidade de organização da Makiyama. A diretora operacional da empresa, Dinamar Souza, garante que a seleção irá ocorrer sem problemas, e explica a mudança de data. “O alto número de candidatos não era esperado, o último concurso teve algo em torno de 60 mil candidatos, e a previsão do Detran era de 49 mil. Então, optou-se por remarcar a prova em três datas diferentes, para que se evitasse um grande transtorno para os candidatos. Trezentos e setenta mil pessoas se deslocando ao mesmo tempo causaria um grande transtorno para todos.” Outro argumento é o aumento de polos de prova. “Aumentamos a quantidade de locais, e estamos tentando colocar todos os candidatos próximos de casa, respeitando os inscritos, para que possam fazer o menor deslocamento possível”, afirma a diretora. Para quem se preocupa com a capacidade de organização da instituição, Dinamar deixa um recado. “Podem ficar tranquilos, temos 14 anos no mercado e nunca tivemos problemas. Organizamos grandes concursos em outros estados. Os candidatos irão encontrar uma prova bem elaborada, um concurso bem organizado”, finaliza.

Veja as novas datas de prova
Os 369.255 inscritos no concurso para o Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ) irão realizar as provas objetivas em três datas, de acordo com cada cargo. No dia 15 de setembro, ocorrerão as provas dos cargos de assistente técnico administrativo e assistente técnico de informática. Já no dia 22 do mesmo mês, será aplicada a prova do cargo de assistente técnico de identificação civil, enquanto que no dia 29, do cargo de assistente técnico de trânsito. A alteração do cronograma ocorreu por conta do grande número de concorrentes, o esperado era em torno de 60 mil candidatos. O resultado da alteração de polo de prova será divulgado na próxima segunda, dia 8. O período de recurso contra as inscrições indeferidas será do dia 9 a 11 de julho, no site da Makiyama (CSK Serviços), organizadora da seleção. O cartão de confirmação de inscrição está previsto para o dia 2 de setembro.

Dos 369.255 inscritos, 9.626 concorrem à função de assistente técnico de informática, 98.573 para assistente técnico administrativo, 119.561 para assistente técnico de identificação civil e 141.495 para assistente técnico de trânsito. A prova objetiva contará com 50 questões Língua Portuguesa, Informática, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Legislação de Trânsito e Conhecimentos Específicos. Será aprovado quem tirar, no mínimo, 50 dos 100 pontos totais da prova. Além disso, ainda haverá uma redação. Serão corrigidas apenas as dos 4 mil habilitados no teste objetivo e classificados dentro do número estipulado para cada cargo. Será aprovado, nesse caso, quem alcançar 50 dos 100 pontos totais.  O concurso visa ao preenchimento de 800 vagas. A remuneração é de R$1.814,01 (já incluindo R$264 de vale-refeição), para carga de 40 horas semanais.

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *