Home » News » Hemobras: Concurso para 183 vagas já tem organizadora definida

A Fundação Carlos Chagas (FCC) foi escolhida como a organizadora do concurso para a Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras), que visa ao preenchimento de 183 vagas para os cargos de assistente administrativo e técnico em produção de hemoderivados e biotecnologia (ambos de nível médio), e analista de gestão corporativa, especialista em produção de hemoderivados e biotecnologia (superior).

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Hemobras, estão acontecendo os últimos ajustes no edital para que seu lançamento aconteça até 20 de julho. O regime de contratação é o celetista. Os nomeados deverão ter disponibilidade para atuarem na sede da empresa em Brasília, no escritório operacional em Recife ou no parque fabril em Goiânia. A previsão é de que as provas sejam aplicadas em outubro e as convocações comecem em janeiro de 2014.

Segundo o presidente da Hemobras, Romulo Maciel Filho, a ideia é que a duração do concurso seja de três anos. “Queremos que este concurso ofereça um conjunto de vagas que teremos necessidade por isso estamos analisando as demandas antes de lançarmos o edital”, contou. Hoje, a empresa conta com 47 concursados. O governo federal também deve aprovar em 2013 o Plano de Cargos e Carreiras dos funcionários da Hemobras. O documento já foi aprovado pelo conselho de administração e agora está sendo analisado pelos ministérios do Planejamento e da Saúde.

Último concurso – O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) foi o organizador da primeira seleção da Hemobras, em 2008. Foram oferecidas 19 vagas para assistente administrativo, 14 para técnico, 26 para analista e 20 para especialista. Os salários eram de R$1.300 (assistente), R$1.585 (técnico) e R$4.005 (analista e especialista), além do auxílio-alimentação, para carga de trabalho de 40 horas semanais. Os candidatos foram submetidos à prova objetiva, contendo 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Inglês ou Francês, Legislação e Atualidades) e 70 de Conhecimentos Específicos. Para atingir a classificação foi preciso atingir, no mínimo, 10 pontos em Conhecimentos Básicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 no somatório de ambas. Os inscritos para os cargos de nível superior ainda passaram por análise de títulos. No total, foram convocadas 53 pessoas.

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *