Home » News » Suframa forma comissão para concurso público de 150 vagas

Certame que a autarquia realizará está entre os mais esperados este ano pelos que buscam vaga no serviço público

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) anunciou nesta quinta-feira (18) que a comissão organizadora do concurso público da autarquia está formada. O concurso foi autorizado em junho pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Serão oferecidas 154 vagas na Suframa, distribuídas em cargos de nível superior (117 vagas em áreas como Engenharia e Economia) e cargos de nível intermediário (37 vagas).

Em maio deste ano, a autarquia extinguiu 200 postos de trabalho terceirizados. Os servidores demitidos eram técnicos e pertenciam à Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), com a qual a Suframa mantinha um contrato de terceirização de mão de obra. A partir da instituição da comissão, a Suframa tem o prazo de seis meses para publicar o edital de abertura do concurso público. “Com o estabelecimento da Comissão, porém, nossa expectativa é que tudo esteja definido, com edital na rua, até o final de setembro”, disse Thomaz Nogueira, superintendente da Suframa.

A presidência da Comissão Organizadora será feita pela servidora Izabel Henriques de Mello. Como membros, foram definidos os servidores Marcus Vinicius Benfica Alves, Érica Rabelo Freire, João Paulo Penhalosa Duarte e Maria da Conceição Vicente de Lima. A Comissão deverá tomar todas as providências administrativas necessárias para a realização do concurso, como a escolha da instituição que realizará as provas e a sugestão de conteúdo programático para as mesmas.

Definições
A Secretaria Municipal de Educação de Manaus (Semed) também está próxima de anunciar o edital de seu concurso. A expectativa é que sejam oferecidas 2.124 vagas para pedagogos e professores de educação infantil e fundamental.

Segundo a chefe da divisão de pessoal da Semed, Altina Magalhães, a secretaria aguarda a conclusão do levantamento de impacto orçamentário, que está sendo feito pela Secretaria Municipal de Economia e Finanças (Semef). O estudo deve ser finalizado na próxima semana.

Os profissionais irão preencher o déficit de professores nas escolas municipais em todas as zonas da cidade. A carga horária será de 20 horas semanais e o salário será de R$ 1.344,89, mais R$ 132 de vale transporte e R$ 200 para alimentação. Já os que atuaram na área rural, receberão uma gratificação e, por conta disso, receberão R$ 1.689,49, além dos benefícios.

A Secretaria de Estado da Saúde (Susam) anunciou no começo da semana que vai lançar um certame para mais de 11 mil vagas, distribuídas entre capital e interior. O projeto do concurso está sendo analisado pela Casa Civil do Estado.

Já o concurso da Polícia Civil do Estado, anunciado pelo Governador Omar Aziz em dezembro do ano passado, segue sem previsão. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia, o concurso deve sair até o fim do ano, mas ainda não existe nenhuma definição sobre a comissão organizadora, orçamento e o número de vagas.

Fonte: A Crítica

Saiba mais no SOS Concurseiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login