Home » News » Tribunal de Justiça do Paraná abre 160 vagas de nível médio

As vagas são para Curitiba. O salário é de R$ 5.029,41.

O Tribunal de Justiça do Paraná abriu concurso para 160 vagas de nível médio, para o cargo de técnico judiciário de apoio administrativo. As vagas são para Curitiba. O salário é de R$ 5.029,41.

No site do TJ-PR, é possível ver o edital (acesse o edital).

Serão reservados 5% (8 vagas) aos portadores de necessidades especiais compatíveis com as atribuições do cargo, e 10% (16 vagas) para afrodescendentes.

As inscrições devem ser feitas no site www.tjpr.jus.br, seguindo os links Concursos e Estágio – Servidor – Secretaria – Concurso Técnico Judiciário 2013, de 25 de julho a 8 de agosto. A taxa de inscrição é de R$ 100.
O concurso terá prova de conhecimentos, na cidade de Curitiba. A data, horário e local serão publicados pelo site www.tjpr.jus.br, com antecedência mínima de 15 dias de sua realização.

Fonte: G1
Saiba mais no SOS Concurseiro

4 Comments

  1. Fabrício disse:

    Recentemente a lei nova dos concursos foi aprovada e agora aparece um concurso com edital extramente estranho e não procurando haver no mesmo uma concorrência justa entre seus candidatos , haja vista, ter deixado em suspense o conhecimento da realização da prova a 15 dias da aplicação. Logo gostaria que as pessoas , advogados e outros do EVP pudessem ajudar a discutir sobre essa questão que se mostra totalmente equivocada ainda mais tratando-se um tribunal de justiça. Será que está havendo justiça ?

  2. Aline disse:

    Cartas marcadas…

  3. VIVIANE BANACK disse:

    Gostaria de saber qual a data da realização da prova para Técnico Judiciário do Estado do Paraná. No Edital não consta data nem horário e nem previsão de quando. Entrando no site do Tribunal conforme edital não consta nada. Alguém pode me esclarecer o que está acontecendo?

  4. Marry Jane disse:

    Estranhíssimo nada, é maracutaia na certa! O judiciário paranaense é um dos mais “sujos” que existem…acho que o MPF deveria intervir nisso…temos de fazer mais barulho e exigir um pouco mais de transparência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *