Home » News » Docas-RJ: Concurso para níveis técnico e superior já tem organizadora

Avançam os preparativos do novo concurso da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), voltado para cadastro de reserva: por meio de pregão eletrônico, já foi escolhida a organizadora do concurso, que estará a cargo da Makiyama. A definição ocorreu no final da tarde da última quarta, dia 28. A seleção será destinada aos cargos de técnico de serviços portuários, que exige nível médio/técnico nas áreas de Segurança do Trabalho, Contabilidade, Eletrotécnica, Edificações, Meio Ambiente e Portos; e especialista portuário, que requer nível superior em qualquer área. A expectativa agora é de que o contrato entre a CDRJ e a Makiyama seja assinado já na próxima semana.

Para especialista portuário a remuneração inicial é de R$5.267,50, sendo R$4.517,50 de salário-base e R$750 de auxílio-alimentação/refeição. Já os técnicos de serviço portuário receberão R$2.533,22, sendo R$1.783,22 de salário-base e R$750 de auxílio-alimentação/refeição. Além disso, há direito a benefícios, como plano de assistência médico-hospitalar, auxílio-creche de R$330 por filho entre três meses e 5 anos, 11 meses e 29 dias; auxílio-educação de R$330 por dependente no ensino fundamental e de R$240 no médio.  A Companhia Docas também proporciona R$240 ao empregado matriculado em curso superior, de pós-graduação ou técnico profissional. O funcionário recebe ainda incentivo de inclusão social de portadores de necessidades especiais por dependente nessa condição, no valor de até R$1.100.

A carga de trabalho será de 44 horas semanais, sendo que os técnicos estarão sujeitos a escala de revezamento. Os empregados atuarão pelo regime celetista e serão lotados em qualquer dos municípios onde a CDRJ possui instalações (Rio de Janeiro, Niterói, Itaguaí e Angra dos Reis), conforme a necessidade.  A última seleção para técnico de serviços portuários foi realizada em 2010, também para cadastro de reserva. Já o último concurso para especialista portuário, apenas para os formados em Arquivologia, ocorreu em 2012, para 12 vagas, além de cadastro.

Segmento está valorizado
A Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), sociedade de economia mista vinculada à Secretaria de Portos, é a Autoridade Portuária responsável pela gestão do Complexo Portuário Fluminense, que compreende os Portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis. A CDRJ tem como missão liderar o desenvolvimento dos portos organizados do estado, gerindo a infraestrutura portuária, fomentando a competitividade das operações e induzindo o desenvolvimento urbano, econômico e socioambiental em sua relação porto-cidade.

O diretor de Administração, Finanças e Recursos Humanos, Ailton Fernando Dias, ressaltou os atrativos para quem deseja ingressar no quadro da companhia. “A atividade portuária tem aumentado sua importância do ponto de vista econômico. É uma área que tinha ficado um pouco abandonada nos governos anteriores, mas com todo esse esforço de melhoria da infraestrutura foi valorizada. A pessoa tem a possibilidade de trabalhar em um setor que está em expansão, em uma empresa que tem grandes perspectivas de se renovar e em uma atividade nobre de Estado, que é a regulamentação da infraestrutura do acesso portuário no país.”

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro

2 Comments

  1. CARLOS HENRIQUE DA SILVA disse:

    Venho fazer uma denúncia acerca de um concurso público.
    Em 2010 fiz um concurso para Companhia Docas do Rio de Janeiro para o cadastro de reserva do cargo de Técnico de Serviços Portuários na especialidade Mecânica e obtive a 1ª colocação.
    O concurso, segundo o edital, teria validade inicial de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período, a partir de 01 de Julho de 2010, data da homologação do resultado do mesmo. Durante o período inicial de validade eu não fui convocado e ao final do prazo, em 01 de Julho de 2012 a CDRJ comunicou que não prorrogaria a validade do concurso, que se fosse prorrogado valeria até 01 de Julho de 2014.
    Pra minha surpresa em Dezembro de 2013 a CDRJ publica novo edital no qual consta cadastro de reserva para o mesmo cargo em que fui aprovado.
    Se este procedimento, do ponto de vista jurídico é lícito, do ponto de vista ético é inaceitável. A impressão que dá é que estão fazendo apenas arrecadação de taxas de inscrição, sem realmente ter a intenção de contratar alguém para o referido cargo.
    Tenho a documentos que comprovam os fatos.
    e-mail: [email protected]
    -Edital 2010
    -Resultado oficial 2010
    -Edital 2013

  2. CARLOS HENRIQUE DA SILVA disse:

    ESTE CONCURSO DOCAS-RJ É CAÇA-NÍQUEL!!!
    Em 2010 fiz o concurso para Companhia Docas do Rio de Janeiro para o cadastro de reserva do cargo de Técnico de Serviços Portuários na especialidade Mecânica e obtive a 1ª colocação.
    O concurso, segundo o edital, teria validade inicial de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período, a partir de 01 de Julho de 2010, data da homologação do resultado do mesmo. Durante o período inicial de validade eu não fui convocado e ao final do prazo, em 01 de Julho de 2012 a CDRJ comunicou que não prorrogaria a validade do concurso, que se fosse prorrogado valeria até 01 de Julho de 2014.
    Pra minha surpresa em Dezembro de 2013 a CDRJ publica novo edital no qual consta cadastro de reserva para o mesmo cargo em que fui aprovado.
    Se este procedimento, do ponto de vista jurídico é lícito, do ponto de vista ético é inaceitável. A impressão que dá é que estão fazendo apenas arrecadação de taxas de inscrição, sem realmente ter a intenção de contratar alguém para o referido cargo.
    Tenho documentos que comprovam os fatos.
    e-mail: [email protected]
    -Edital 2010
    -Resultado oficial 2010
    -Edital 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *