Home » News » São Paulo: Educação, Emplasa e Amlurb terão 811 vagas em breve

A prefeitura de São Paulo deverá realizar em breve mais três concursos com objetivo de preencher um total de 811 vagas.

A maior parte das ofertas estará na Secretaria Municipal de Educação (SME). Serão 493 oportunidades no cargo de auxiliar técnico de educação (ATE). O certame foi autorizado no dia 30 de maio. Com intuito de atender a demanda de profissionais até a nomeação dos aprovados, a prefeitura realizou recentemente uma seleção simplificada para contratações temporárias. Os contratos terão validade máxima de 12 meses, podendo ser rescindidos na medida em que profissionais concursados tomarem posse.

A função exige ensino médio completo. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais para remuneração inicial de R$ 1.380, somados salário e abonos.

A secretaria trabalha para publicar o edital ainda neste ano e informou que o cargo de auxiliar técnico de educação (ATE) é o antigo inspetor de alunos e que já teve a denominação de auxiliar de secretaria. O termo ATE é de 1993 e o primeiro concurso com essa designação foi em 2000.

Organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), a última seleção teve edital divulgado em 2007 e contava com 485 oportunidades. Na época, o posto exigia nível fundamental e o salário era de R$ 524,59, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Dados da SME apontam que foram chamados os classificados até a posição 8.808, sendo 6.784 nomeados.

Emplasa
No caso da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano, o concurso segue no aguardo. Em 18 de julho foi firmado um novo contrato, com duração de oito meses, entre a empresa e a Fundação Vunesp para a realização do certame que vai preencher 91 vagas na capital paulista. A assinatura anterior foi realizada no dia 6 de setembro do ano passado e também tinha validade de oito meses, ou seja, expirou em maio. No início do ano, a expectativa da empresa era de divulgar o novo edital após o Carnaval. Antes disso, a previsão era de que o documento seria publicado no final de 2012, mas devido a falta de liberação de verbas, segundo informou a assessoria de imprensa do órgão, houve atraso na divulgação do mesmo. Ainda segundo a comunicação da empresa, a troca de comando na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Metropolitano, também retardou o processo. Esse será o primeiro concurso realizado pelo órgão.

As ofertas envolvem carreiras de níveis médio e superior. Os cargos serão os de assistente administrativo, assistente técnico, analista administrativo, analista de desenvolvimento urbano regional, analista de geomática e analista jurídico.

Os valores das taxas de participação também sofreram alterações: R$ 45 (nível médio) e R$ 75 (superior). A expectativa é de que 1.300 candidatos se inscrevam para os postos de nível médio e 6.500 para os de nível superior.

Em 2011, a Emplasa contratou a Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo) para assessoramento técnico quanto à readequação da proposta do plano de cargos, carreiras e salários e de concurso público.

Amlurb
Já a Autoridade Municipal de Limpeza Urbana, antiga LIMPURB, ainda espera autorização da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla) para poder divulgar, ainda neste ano, o edital do concurso que vai ocupar 227 oportunidades. A solicitação foi feita em junho do ano passado.

O pedido inicial foi realizado pela Secretaria de Serviços (SES). No entanto, o órgão virou autarquia e ainda estava sendo avaliado se a própria autarquia realizaria o concurso ou se ficaria a cargo da prefeitura. Conforme informou a assessoria de imprensa do órgão no início do ano, a autarquia já está oficialmente criada e tem presidente nomeado, seguindo apenas no aguardo de autorização para que o edital da seleção seja divulgado.

Fonte: JC Concursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe!

Login

Perdeu sua senha?