Home » News » Após atraso, MPU divulga resultado das provas objetivas para analistas

O Ministério Público da União (MPU) divulgou nesta quinta-feira (31/10), por meio da banca organizadora, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), os resultados final da prova objetiva e provisório das discursivas para o cargo de analista. Recursos contra o resultado provisório podem ser interpostos entre os dias 2 e 3 de novembro pelo site da organizadora. O resultado final das avaliações discursivas deverá ser publicado no dia 12 de novembro no site do Cespe/UnB.

Os resultados foram publicados após o CorreioWeb receber reclamações de candidatos acerca do atraso no cumprimento do cronograma para o cargo de nível superior. Antes previsto no edital de abertura para ser divulgado no dia 28 de outubro, o lançamento dos resultados foi adiado para o dia 30 do mesmo mês, mas também não houve divulgação neste dia. Procurada, a assessoria da organizadora não justificou o atraso da publicação do edital.

O concurso
São oferecidas, ao todo, 263 vagas para técnico e analista. Os exames foram aplicados em 6 de outubro. De acordo com a banca, a taxa de abstenção para o cargo de analista foi de 31,04%. Já para o posto de técnico, a porcentagem é mais expressiva. Quase metade dos inscritos faltou à prova: 43,05%.

Ao todo, a seleção recebeu 68.936 participações. Segundo o edital de abertura, o certame ainda conta com cadastro reserva, além de separar 16 chances para candidatos com deficiência. Os salários vão de R$ 4.575,15 a R$ 7.506,54.

Para concorrer ao cargo de analista – com oferta de 226 chances – o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior. Algumas especialidades pediam ainda registro profissional na área de interesse. As vagas são distribuídas em diferentes especialidades, entre elas: arquivologia, biblioteconomia, comunicação social, educação, estatística, clínica médica, psiquiatria, arquitetura, contabilidade, economia, engenharia civil, geografia, oceanografia e odontologia.

Já para o cargo de técnico foram ofertadas 37 oportunidades, nas áreas de atividade de apoio técnico-administrativo e saúde. Exigiu-se conclusão de nível médio ou curso técnico, entre outros requisitos, particulares a cada chance.

Fonte: Correio Web
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *