Home » News » Concurso público: oportunidade para área dos tribunais

Uma oportunidade está batendo a porta: é o concurso do Tribunal Regional do Trabalho – 2ª Região – SP. Essa é uma grande oportunidade para quem já vem estudando para a área dos tribunais ou mesmo para quem estuda para outra área e queira aproveitar a chance de se empregar como estatutário, mesmo que tenha necessidade de ajustar os estudos. A remuneração é atrativa e o conteúdo cobrado não é excessivo além de bastante coerente, inclusive na distribuição dos pontos.

O TRT-2 deve abrir processo seletivo muito em breve. O órgão havia divulgado que a publicação do edital ocorreria ainda esse ano, mas há chances dos interessados terem um pouco mais de tempo por conta da proximidade do recesso de fim de ano. De qualquer forma já sabemos que serão oferecidas 102 vagas para o cargo de analista judiciário (nível superior) com remuneração inicial de R$ 7.506,55 e 220 vagas para técnico judiciário com remuneração inicial de R$ 4.703,01. Uma boa remuneração para a área dos tribunais, dependendo do caso vale até iniciar vida nova em outra cidade ou estado. A organizadora já foi escolhida e será a Fundação Carlos Chagas (FCC) O último concurso foi em 2008 e quem organizou foi a mesma banca, por isso, até a publicação do edital, a base de estudo dos interessados deve ser o edital de 2008 que deve sofrer apenas pequenas alterações e atualizações por causa da manutenção da banca.

No último concurso as disciplinas cobradas foram: português e informática para ambos os cargos. Para o cargo de analista administrativo além de redação tem os conhecimentos específicos que são compostos pelas disciplinas de direito constitucional, direito administrativo, direito civil, direito processual civil, direito do trabalho e direito processual do trabalho. Os conhecimentos específicos somaram 105 pontos dos 130 pontos que a prova vale. Uma divisão de pontos bastante coerente para a natureza do cargo. Para o cargo de técnico administrativo além das duas disciplinas comuns, foram cobrados raciocínio lógico e conhecimentos específicos, esse último composto pelas disciplinas de direito constitucional, direito administrativo, direito do trabalho e direito processual do trabalho. Mais uma vez os conhecimentos específicos tem o maior peso da prova com 60 dos 90 possíveis pontos da prova.

Para o interessado é importante iniciar o estudo o mais rápido possível, começando pela teoria para sair da ignorância e iniciar a resolução de provas anteriores da FCC para aprofundar os assuntos mais cobrados. O interessado não terá problemas em encontrar questões da FCC, que hoje é uma das bancas mais produtivas na organização de concursos públicos. Bom estudo a todos.

Fonte: SRZD  
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login