Home » News » Corrida para ser servidor, mais de 30 mil vagas em todo o país

Há mais de 30 mil vagas abertas em certames que ocorrerão em todo o país. Salários variam de R$ 1.273 a mais de R$ 20 mil, como o de juiz substituto do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Hoje é o Dia do Servidor Público, mas quem ainda não comemora a data tem chance de conquistar salários acima da média do mercado, estabilidade no emprego e horários mais flexíveis de trabalho nos próximos meses. Há 30.589 vagas abertas — ou por abrir esta semana — em concursos públicos em todo o país. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade e, claro, diversos cargos. Em alguns casos os salários podem passar de R$ 20 mil, como no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDF), que abriu 92 vagas para juiz substituto.

No entanto, para conseguir passar nos certames é preciso muita disciplina. Moradora de Belo Horizonte, a jovem Marina Denes Couto, de 22 anos, sabe disso: “É preciso ter foco. Temos de deixar algumas coisas que gostamos de lado. Eu, por exemplo, reduzi meus passeios”. Marina, que se formou em ciências contábeis no fim do ano passado, há poucos dias prestou concurso para o cargo de analista de seguro social no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A lista de aprovados será divulgada no início de novembro. Mas o seu desejo maior é ser aprovada num concurso do Banco Central ou da Receita Federal. “Estudo de oito a 10 horas por dia”, conta a jovem.

CONCENTRAÇÃO TOTAL
Assim como Marina Couto, milhares de candidatos abdicam da vida social e até do convívio com a família para conseguir a sonhada estabilidade, uma das principais garantias do servidor público. É o que ocorre com Lucas Iran da Cruz Cavalcante, de 26. Morador de Brasília, desde 2009, ele se dedica exclusivamente aos estudos. Lucas já prestou dois concursos e agora tenta uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), um dos certames mais concorridos do Brasil. “Estou viciado em café. É a única forma de me manter acordado. Durmo apenas quatro horas por dia. Não tenho vida social nenhuma”, conta o rapaz.

Angelina Dias de Mesquita, de 27, é outra que se prepara para disputar uma vaga no STF. “Estou começando, mas quero seguir carreira no Judiciário. Almejo estabilidade e um horário de trabalho mais flexível”, diz.

“Até 2014, os terceirizados deverão ser substituídos por funcionários concursados. Isso foi um incentivo maior para eu me dedicar aos estudos”, ressalta Angelina. A dedicação é importante, assim como o aprendizado de dicas. Concursos passados, por exemplo, já trouxeram questões perguntando quantos ministros tem no STF. Para que os alunos não se esqueçam de que a resposta é 11 ministros, cursinhos preparatórios dão a seguinte dica: associe as iniciais STF à frase “somos todos futebol” – cada time tem 11 titulares. No caso do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a dica é associar à frase “somos todos Jesus”. A resposta certa é: 33 ministros – Cristo morreu aos 33 anos.

Fonte: Estado de Minas
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login