Home » News » Metrô/DF rebate críticas e anuncia novo prazo para concurso

Após denúncias e críticas do Sindicato dos Metroviários do Distrito Federal (Sindimetrodf) à FOLHA DIRIGIDA, quanto a não realização do concurso previsto há mais de um ano para a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), tudo indica que a divulgação do edital vai mesmo acontecer em pouco tempo. Em entrevista exclusiva, a diretora de administração da empresa, Simone Silveira, informou que o documento será divulgado até o final deste ano.

Segundo a diretora, todas as ações que o Metrô-DF precisava efetuar para que o concurso fosse realizado já foram tomadas. Ao contrário do que relatou na última edição o diretor do Sindimetrodf, Dione Aguiar, Simone esclareceu que a empresa necessitava de um novo Plano de Empego e Salário (PES) para que o concurso fosse realizado. De acordo com a diretora o PES é necessário para definir qual a função que o habilitado irá ingressar, as atribuições e o salário.

“O plano foi aprovado pelo governador no dia 1º de julho. Montamos o processo para que o Governo do Distrito Federal pudesse encaminhar a realização do concurso, e mandamos à Secretaria de Administração Pública (Seap-DF) no mês de agosto, para analisar e efetuar pequenas alterações. Então, todo esse trâmite de documentação, de contratação de empresas, tudo que se relaciona ao concurso a partir daquele momento é a Seap-DF que está autorizada a fazer. Acredito que o PES seja divulgado quando o edital for publicado. Pois, com o anúncio do documento o plano não poderá ser alterado.”

Sobre os funcionários terceirizados – também alvo de denúncias do Sindicato – Simone explica que, por uma ação judicial por parte do Sindimetrodf, a vagas da bilheteria serão retomadas para os concursados. Porém, relata que as contratações para a área de operação ocorrem por falta de mão de obra especializada em Brasília. “Não temos impedimento para realizarmos terceirizações nas áreas de manutenção e outras, como segurança.”

O concurso autorizado em novembro de 2012 visa ao preenchimento de 232 vagas, mais cadastro de reserva, nas áreas técnicas e operacional. A diretora explica que a autorização foi para esse quantitativo de vagas, porém o cadastro de reserva irá garantir o preenchimento das outras oportunidades que surgirem ao longo da validade. “A soma das vagas autorizadas com a saída de funcionários deve estar em torno de 300 oportunidades. O cadastro de reserva vai suprir até completar o nosso quadro de funcionários, que é de 1.315 funcionários”

Para nível superior, Simone informa que haverá vagas para administrador, advogado, assistente social, engenheiro em diversas áreas, pedagogo e psicólogo. Já, para o nível médio, a oferta será para atuaçaõ nas áreas da estação e para piloto, segurança e assistente administrativo.

Os classificados serão contratados pelo regime celetista. Com os reajustes do PES, a previsão é de que os salários ofertados no concurso variem entre R$2.916 e R$7.020. Além do vencimento, os profissionais aprovados receberão auxílio-alimentação, de R$924,22, através da filiação Sindimetrodf; assistência médica, com cobertura por parte do Metrô de até R$482,48; auxílio-creche e auxílio-educação de R$310,62 para crianças de 0 a 7 anos, e de R$225,09 para 7 a 14 anos.

E para quem deseja intensificar sua preparação para as provas, de acordo com Simone Silveira, o edital do último concurso, realizado em 2009 pela Fundação Universa, serve de base para os estudos. A diretora esclarece que existem pequenas alterações a serem feitas, por conta de mudanças na Legislação.

Sobre o descaso que a instituição estaria tendo com a população e os seus funcionários, criticada pelo Sindicato, a empresa discorda. “A direção do Metrô, junto com o governo, tem um respeito muito grande com a população. Isso pode ser visto nas estações, que são diferenciadas, com um tratamento muito digno. As pessoas transitam em uma estação completamente limpa, os empregados são extremamente dedicados e educados. O governo está passando por uma transição em várias carreiras, então o nível de trabalho está muito intenso. Acredito que por isso o nosso concurso tenha sido um pouco retardado”.

Por último, a diretora pede aos interessados no concurso previsto que tenham um pouco de paciência, pois a empresa possui a posição da Seap-DF que o edital será divulgado até o final do ano. “Tivemos ajustes salariais muito significativos por conta desse plano de cargos e salários que foi lançado em julho. Então, peço pra que aguardem e confiem. Venham trabalhar conosco, pois nós somos uma empresa excelente, com pessoas de muito valor.”

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

2 Comments

  1. RONY MATIAS disse:

    aguardo concurso!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *