Home » News » Justiça cancela segunda fase de concurso do Detran/SP

A comissão de concurso do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) informou, por meio de comunicado oficial , que a segunda etapa do concurso, referente à avaliação de títulos, está cancelada. A sentença é da juíza de direito Simone Gomes Rodrigues Casoretti, da 9º Vara da Fazenda Pública, Comarca de São Paulo. A decisão foi tomada após o Ministério Público do estado (MPSP) entrar com pedido na justiça, alegando que a que a prova de títulos visa beneficiar funcionários do Detran/SP.

O Detran/SP informou que o edital elaborado junto a Fundação Vunesp, banca organizadora do certame, é “suficientemente claro para estabelecer que a pontuação por títulos será dada àqueles que têm experiência em atribuições de trânsito, seja de qualquer órgão público (federal, estadual ou municipal), ou privado. Também a trabalhadores autônomos e proprietários”.

Em sua defesa, o Detran/SP solicitou à Procuradoria Geral do estado (PGE/SP) providências para a revogação da liminar. Desta forma, cabe a PGE decidir se recorre da decisão. A comissão de concurso informou, ainda, que poderá haver atrasos na divulgação dos resultados do certame.

Saiba mais
Ao todo, são 1.200 vagas. O concurso para agente estadual de trânsito recebeu 126.726 inscritos que disputaram as 600 vagas – a concorrência média foi de 211 candidatos por vaga. Para disputar o posto de agente o candidato precisou ter graduação em qualquer área de formação e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, categoria “B”. A remuneração inicial é de R$ 4,5 mil para jornada de trabalho de 40 horas semanais. Os aprovados serão contratados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Já a seleção para oficial estadual de trânsito recebeu 184.501 inscritos que disputam as outras 600 vagas – concorrência média de, aproximadamente, 307 candidatos por vaga. Para disputar o cargo de oficial foi exigido ensino médio completo ou curso técnico profissionalizante de nível equivalente. O salário é de R$ 1.800. O prazo de validade dos concursos será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período uma única vez, a critério do Detran/SP.

Fonte: Correio Web / Papo de Concurseiro
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

1 Comment

  1. Jose Marcos Santana disse:

    quero sem um guarda
    de transito de sp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login