Home » News » EPE: Novo concurso confirmado. 2º e 3º graus

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, já prepara um novo concurso para cargos dos níveis médio e superior. Em publicação no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, dia 13, a Fundação Cesgranrio foi confirmada como organizadora dessa seleção. Sabendo que na empresa o único cargo de nível médio é o de assistente administrativo, a função já está confirmada na disputa. Já para o 3º grau, os interessados poderão concorrer ao cargo de analista em diversas áreas específicas, que ainda serão confirmadas. Os salários iniciais são de R$ 2.084,98, para o nível médio, e de R$ 7.508,79, para o superior. O certame se detinará à formação de cadastro de reserva.

Além do vencimento inicial, os classificados terão direito a assistência médica e odontológica, auxílio-alimentação, auxílio-creche e previdência privada complementar. Os valores dos benefícios ainda não foram divulgados. Em 2012, porém, o auxílio-alimentação era de R$572, o que fez com que as remunerações chegassem a R$2.656 (assistente) e R$8.080 (analista).  As áreas de atuação dos analistas, segundo a EPE, são as de Jurídico, Contabilidade, Finanças e Orçamento, Recursos Humanos, Tecnologia da Informação, Administração Geral, Economia de Energia, Recursos Energéticos, Planejamento da Geração de Energia, Projetos da Geração de Energia, Transmissão de Energia, Meio Ambiente/Desenvolvimento Regional/Socioeconomia, Meio Ambiente/Geoprocessamento/Meio Físico; Meio Ambiente/Ecologia, Meio Ambiente/Emissão e Efluentes, Meio Ambiente/Análises Ambientais, Meio Ambiente/Recursos Hídricos, Petróleo/Exploração e Produção, Petróleo/Abastecimento, Gás e Bioenergia.

O novo concurso deve contemplar as mesmas funções do último, realizado em 2012, cuja a validade encerra em maio de 2014. A empresa já estaria organizando o certame, para nesse mês já tê-lo realizado, podendo contratar os aprovados antes das eleições de junho. Na última seleção, foram oferecidas 156 vagas destinadas à formação de cadastro de reserva. Os nomeados para os cagos de nível superior atuarão somente no Rio de Janeiro. Já para a função de assistente administrativo, os classificados poderão atuar além do Rio, em Brasília. O regime de contratação é o celetista.

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *