Home » News » PM/RJ: Problema no link de inscrição segue sem solução

Passados nove dias do início das inscrições, interessados em prestar o concurso para soldado da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PM-RJ) ainda se deparam com a falha no link do site da Exatus, organizadora, que impede qualquer tipo de acesso. A corporação daria uma posição sobre o problema até esta quinta, dia 26, o que não se concretizou.

Embora o edital do concurso tenha sido divulgado no último dia 17, a espera de milhares de candidatos para se inscrever ainda não chegou ao fim. Na manhã do dia 18, as inscrições ficaram abertas por apenas algumas horas, antes de o link do site da organizadora ficar indisponível, para frustação dos interessados em participar da seleção. O problema persiste e gera centenas de reclamações de candidatos. Eles se deparam com a seguinte mensagem a cada tentativa de efetuar o cadastro: ‘por problemas técnicos o link de inscrição está indisponível no momento’.

Nada, até agora, foi dito pela organizadora. Fato é alvo de reclamações por parte daqueles que, já há alguns anos, aguardavam ansiosos a oportunidade de participar do concurso da PM-RJ. “Não consigo entender como pode o procedimento de inscrições encontrar-se bloqueado, se esperamos tanto tempo por isso. Será que não houve tempo hábil para resolver quaisquer problemas? Sinto-me uma verdadeira idiota. Mas devemos ter paciência, né?”, indignou-se Viviane Faria.

Sabrina de Rezende Aleixo, de 29 anos, considera uma falta de respeito com os candidatos. “Estamos ao mesmo tempo ansiosos e temerosos, já que a Exatus é uma banca nova no Rio de Janeiro”, disse. A instituição também é a responsável pelo concurso para o Curso de Formação de Oficiais Combatentes (CFO) da Polícia Militar do Espírito Santo, que encontra-se suspenso. “Nota zero para o site responsável. Já tentei fazer a inscrição, mas está bloqueado”, reclamou Gledson Pereira Francisco, de 26 anos, que estuda há um ano para o concurso.

Os pré-candidatos cobram uma posição oficial sobre quando o link para a inscrição será reestabelecido, prazo ainda não confirmado pela Exatus e nem pela corporação. A expectativa dos milhares de interessados em participar da disputa é de que o atendimento seja ampliado, uma vez que nove dias do prazo inicialmente estabelecido já foram perdidos. Pelo cronograma oficial, que consta do edital, as inscrições estariam abertas até 16 de janeiro.

Já os pedidos de isenção da taxa seriam aceitos até o último dia 20, mas também acabaram prejudicados. Inclusive, o curto período para isenção já foi criticado por inúmeros especialistas. Segundo eles, o prazo deveria ser mais extenso, para propiciar maior abrangência do concurso. A demora da organizadora e da corporação em darem solução ao problema movimenta as redes sociais, nas quais milhares de candidatos lançam suposições sobre as reais causas da interrupção das inscrições, questionando, inclusive, a idoneidade do concurso.

Nível médio e inicial de R$2.382 mensais
Com oferta de 6 mil vagas de soldado, sendo 5.400 para homens e 600 para mulheres, o concurso da PM-RJ, ao menos teoricamente, segue em curso. Assim que a situação de atendimento for normalizada, as inscrições devem ser feitas na página eletrônica da Exatus, organizadora, a princípio até o dia 16 de janeiro. Após preencher a ficha, o candidato deve imprimir o boleto e efetuar o pagamento da taxa, de R$100, em qualquer agência bancária. Quem não tiver acesso à internet pode utilizar os computadores disponíveis no Centro de Recrutamento e Seleção de Praças (CRSP), entre 9h e 17h, de segunda a sexta (exceto feriados).

Conforme lei estadual, 20% das vagas são destinadas a negros e índios. Em virtude da natureza do cargo, não há reserva para portadores de deficiência. Para concorrer, é necessário ter o nível médio ou concluí-lo até a data prevista para a pesquisa social. Além da escolaridade, também são requisitos: carteira de habilitação (exceto a categoria A), altura mínima de 1,60m, para mulheres, e de 1,65m, para homens, e idade entre 18 (na matrícula) e 30 anos (até o fim do período de inscrição). Atualmente, o salário é de R$2.382,89, porém os policiais militares terão reajuste em torno de 12%, em fevereiro. Segundo o governador Sérgio Cabral, o percentual será o dobro do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a ser calculado em janeiro, o que fará com que os aprovados no concurso já ingressem com os novos valores.

Também são pagas gratificações a quem faz curso de qualificação (R$350) e trabalha em Unidade de Polícia Pacificadora (R$750). Os soldados que se voluntariam para trabalhar na folga, no sistema RAS (Regime Adicional de Serviço), recebem R$150 por oito horas/dia e R$225 por 12 horas/dia. São permitidos até oito RAS por mês. Os selecionados terão direito a benefícios como assistência médico-hospitalar (inclusive para os dependentes), alimentação, fardamento, entre outros.

Serviço
Inscrições online: www.exatuspr.com.br

Prova do concurso já está marcada
O concurso para soldado da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM-RJ) constará de sete etapas, sendo a primeira o exame intelectual (prova objetiva e redação), programado para o dia 23 de fevereiro, com duração de cinco horas. Serão propostas 40 questões, distribuídas por Português (dez), História, Geografia, Sociologia, Informática, Legislação de Trânsito e Direitos Humanos (com cinco questões cada). A redação terá entre 20 e 30 linhas, e o tema será fornecido na hora. Só serão corrigidos os textos dos 30 mil primeiros classificados.

O candidato deverá optar pela cidade em que realizará o exame, de acordo com o item 5.8 do edital. Serão considerados aprovados na primeira etapa os candidatos que alcançarem o mínimo 50% de acertos em Português e de 40% nas demais disciplinas da prova objetiva, além de 50% na redação. A segunda etapa será o exame psicológico, eliminatório, tendo como objetivo aprovar os candidatos que possuem funções mentais e habilidades específicas, além de características de personalidade compatíveis com o cargo. A terceira fase será o exame antropométrico, que consiste na verificação do Índice de Massa Corporal (IMC).

Já no exame físico (quarta etapa), de caráter eliminatório, os homens farão tração na barra fixa (duas repetições), 35 abdominais tipo remador e corrida de 2.200 metros em 12 minutos. Das mulheres serão cobradas 15 flexões de braços e antebraços, 25 abdominais tipo remador e corrida de 1.800 metros em 12 minutos. Ainda haverá teste toxicológico, exame médico e investigação social e documental (quinta, sexta e sétima etapas, respectivamente). A organizadora é responsável pelos exames intelectual, médico e psicológico. As demais fases serão realizadas pela própria corporação.

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

1 Comment

  1. jeferson metzner disse:

    dezejo fazer parte da policia e servir a santa catarina pela militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login