Home » News » Polícia Militar-ES suspende concurso para Curso de Formação de Oficiais Combatentes

A Polícia Militar do Estado do Espírito Santo (PM – ES) suspendeu o concurso público nº. 001/2013, que era destinado ao provimento de 40 vagas para o Curso de Formação de Oficiais Combatentes (QOC), e que estava previsto para ser iniciado em 2014, na cidade de Cariacica.

Tal medida foi em razão da Ação Civil Pública (ACP), proposta pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo, tendo em vista a decisão judicial e também por recomendação da Procuradoria Geral do Estado do Espírito Santo (PGE). Na referida ação, o MP/ES questionou o prazo para solicitação de isenção, de apenas 48 horas, considerado muito curto em relação ao período de inscrições (ACP 0046516-56.2013.8.08.0024)

O subsídio bruto inicial era de R$ 2.355,12, esse valor seria alterado no decorrer do curso, chegando a R$ 5.516,10 após os três anos do curso.

Para participar, era necessário possuir o ensino médio completo, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, entre 18 (na data de matrícula) e 28 anos (no primeiro dia de inscrição no concurso), estar em dia com as obrigações eleitorais e Carteira Nacional de Habilitação categoria B.

Esse certame seria composto de dez etapas: exame intelectual (prova objetiva e prova de redação), entrega de documentação preliminar e aferição de idade máxima, exame de aptidão física, exame psicossomático, investigação social, exames de saúde, entrega da documentação para fins de classificação, classificação final e matrícula no Curso de Formação, realização do Curso de Formação de Oficiais (CFO) Combatentes e resultado final e encerramento do Curso de Formação de Oficiais (CFO) Combatentes. O programa está descrito no edital.

As inscrições foram recebidas pelo site www.exatuspr.com.br, que pertence ao organizador, de 21 de outubro de 2013 a 11 de novembro de 2013. A taxa de participação era de R$ 71,00.

O presente concurso público teria validade apenas para matrícula dos 40 primeiros aprovados no Curso de Formação de Oficiais (CFO), não haveria prorrogação sob nenhuma hipótese.

Na página da organizadora é possível ver o edital de suspensão que também informa que a divulgação do resultado do exame intelectual somente será feita após o desfecho da demanda judicial.

Fonte: PCI Concursos / SOS Concurseiro
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

1 Comment

  1. Julio César disse:

    se for cancelado o concurso pessoas que foram de outro estado fazer a prova, poderam ser reembolsados nos gastos que tiverem com comprovar e como eles devem agir para serem reembolsados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *