Home » News » STF: Candidatos denunciam falha na fiscalização do concurso

Os candidatos que fizeram a prova para os cargos de analista judiciário do Supremo Tribunal Federal (STF) na manhã deste domingo (15/12) reclamaram da falha na fiscalização feita por fiscais do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe) na sala 18 do Centro Educacional Sigma, na quadra 910 da Asa Norte, em Brasília.

A servidora pública Alessandra Braga de Júlio, 25, fez a prova na sala 18 e comentou que uma candidata não entregou o celular, que tocou várias vezes durante o exame, para o fiscal antes da prova. “Achei bem estranho porque o fiscal apenas recolheu o celular e colocou dentro de um saco plástico e a estudante continuou fazendo a prova”, comenta a servidora. Outra candidata que fez o exame na mesma sala observou que o celular tocou mais de três vezes e o barulho chegou a incomodar as outras pessoas que estavam participando do concurso.

De acordo com o site do Cespe, é proíbido o candidato portar qualquer aparelho eletrônico, inclusive, telefone celular durante o exame. Se a pessoa for pega durante a prova com algum item proibido pelo Cespe, o candidato deve ser eliminado. Além disso, o Cespe afirma rastrear a vizinhança ao redor do local de prova na tentativa de evitar contato eletrônico entre candidatos e pessoas externas.

O Correio entrou em contato com o Cespe e, segundo o órgão, os fiscais da sala foram acionados para explicar o que aconteceu. A assessoria de imprensa afirmou que não houve nenhum problema na fiscalização e explicou que quando um aparelho telefônico já confiscado pelos fiscais desperta, o celular é encaminhado para a coordenação e apenas ao final da prova o candidato poderá tê-lo de volta.

Se inscreveram no concurso 37.168 candidatos de todo o país. São 34 vagas oferecidas pelo STF devido a aposentadoria ou vacância de funcionários do órgão. O edital foi publicado no Diário Oficial da União no dia 14 de outubro.

Fonte: Correio Web / Papo de Concurseiro
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login