Home » News » MTE: Adiadas para dia 15 as inscrições para 450 vagas

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realiza concurso destinado ao preenchimento de 450 vagas, sendo 415 para agente administrativo (exigindo o ensino médio, com R$2.946,22 de vencimento inicial, sendo R$1.568,42 de base; R$1.004,80, de gratificação de desempenho e R$373, de auxílio-alimentação) e 35 vagas de contador (graduação na área, com inicial de R$4.354,42, sendo R$1.990,22 de salário-base, R$1.991,20 de gratificação de desempenho e R$373 de auxílio-alimentação). O órgão retificou o edital, o que alterou de 13 para 15 de janeiro o início das inscrições e a distribuição das vagas para o Mato Grosso e São Paulo.

No caso de contador, todas as vagas são lotadas em Brasília. Para agente, as oportunidades estão distribuídas pelo Distrito Federal e 25 estados do país (apenas o Piauí ficou de fora). No Rio de Janeiro, há vagas na capital e cidades do interior.  As inscrições que começam a partir das 10 horas da próxima quarta-feira, dia 15 de janeiro, com atendimento aos interessados até 3 de fevereiro, no site do Cespe/UnB, organizador da seleção. As taxas são de R$50 (agente) e R$70 (contador). No período de inscrições, será possível solicitar isenção do pagamento da taxa. O benefício será concedido aos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que pertençam a famílias de baixa renda – renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo (R$362) ou renda familiar mensal de até  três salários mínimos (R$2.172).

A seleção do MTE se dará por meio de provas objetiva e discursiva, marcadas para 30 de março, nos turnos da manhã (contador) e da tarde (agente), ambas com duração de quatro horas e meia. O Cespe/UnB disponibilizará, a partir de 21 do mesmo mês, a consulta aos locais e horário dos exames. Para os agentes, as 70 questões de Conhecimentos Específicos versarão sobre legislação Específica, Noções de Gestão de Pessoas nas Organizações, Noções de Administração de Recursos Materiais,  Noções de Arquivologia e Noções de Gestão e Fiscalização de Contratos e Convênios. As 50 perguntas de Conhecimentos Básicos abrangerão Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Atualidades, Ética no Serviço Público e Noções de Administração Financeira e Orçamentária.

O exame também terá 120 questões para os contadores. O programa de Conhecimentos Básicos (50) é composto por Português, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Atualidades, Ética no Serviço Público e Noções de Administração Financeira e Orçamentária e Noções de Gestão de Pessoas nas Organizações. Já a parte específica (70) terá Contabilidade Geral, Contabilidade Governamental, Matemática Financeira, Noções de Legislação Tributária, Noções de Gestão e Fiscalização de Contratos e Convênios. A avaliação discursiva consistirá na escrita de um texto dissertativo, de no mínimo 20 linhas e no máximo 30 linhas, acerca de uma das matérias constantes do programa das disciplinas de Conhecimentos Específicos dos cargos.

Na prova objetiva, a aprovação estará condicionada à obtenção de, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Específicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 no conjunto da avaliação. No exame discursivo, é preciso obter dez pontos – o critério para o cálculo dessa nota está descrito no item 9.7.5 do edital. A classificação geral do concurso será definida pelo somatório dos pontos obtidos nas duas avaliações. Ao todo, serão considerados aprovados no concurso 1.692 candidatos, sendo 70 para contador e 1.622 para agente administrativo levando em consideração a lotação das vagas. O concurso terá validade inicial de dois anos, prazo que pode ser prorrogado uma vez, e pelo mesmo período.

Serviço: www.cespe.unb.br/concursos/mte_14_nm_ns

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login