Home » News » Tribunal de Justiça-PR reabre inscrições para PNE e Afrodescendentes – Técnico Judiciário

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná anunciou a reabertura das inscrições do Concurso Público nº 019/2013, apenas para pessoas com necessidades especiais (PNE) e afrodescendentes. O certame dispõe de 160 vagas de nível médio, no cargo de Técnico Judiciário do Grupo Ocupacional Intermediário de Apoio Administrativo.

As inscrições serão recebidas de 11 de fevereiro de 2014 a 25 de fevereiro de 2014, pelo site www.tjpr.jus.br, com o recolhimento da taxa no valor de R$ 100,00.

Além desta alteração, foram retificados e incluídos alguns itens e subitens relativos aos tópicos que tratam das pessoas com necessidades especiais, da inscrição, e da aprovação e classificação final, que podem ser conferidos no edital de retificação disponível em nosso site, no link abaixo da notícia.

Os aprovados irão atuar na cidade de Curitiba, com remuneração de R$ 5.029,41. Entre as atribuições do cargo, está a realização de atividades inerentes aos serviços de apoio administrativo e suporte junto às unidades do Tribunal de Justiça, auxílio nas tarefas de movimentação processual e atendimento ao público interno e externo.

O concurso será constituído de uma fase, a ser realizada por meio de Prova de Conhecimentos, com caráter eliminatório e classificatório. A aplicação acontecerá na cidade de Curitiba – PR, em dia, horário e local a ser divulgado.

Fonte: PCI Concursos
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

4 Comments

  1. Sylvio disse:

    ABSURDO!!!!!
    Estão criando um país de fracos!!!!!

  2. Jéssica disse:

    Para os afrodescendentes que já fizeram as inscrições continua tudo como está ou teremos que refaze-la e pagar a taxa novamente?

  3. Marcelo disse:

    Sylvio fico nervosinho por não se enquadrar

  4. edilson coelho disse:

    Eu acredito que os afros tem total capacidade de competir de igual para igual com os brancos, é só estudar. Somos todos iguais, o que muda é só a cor. Essas cotas para afros, é na minha opinião, um grande racismo, pois o governo está chamando os afros de burros por não conseguirem competir com pessoas de outra cor. Acorda povo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login