Home » News » Funcionários do Metrô/DF cobram concurso e prometem nova greve

Os metroviários do Distrito Federal vão entrar em greve por tempo indeterminado a partir da 0h da próxima sexta-feira (4/4). A categoria decidiu paralisar as atividades depois de uma assembleia realizada pelo SindMetrô-DF nesse domingo (30/3). Trabalhadores do setor afirmam que respeitarão a legislação, com pelo menos 30% do efetivo em operação.

A pauta de reivindicações do movimento é extensa. Os metroviários reclamam da falta de pessoal no quadro de funcionários e cobram a realização de um concurso público – motivo principal da greve de outubro de 2013. Já foram encerradas as inscrições para novo concurso do metrô e as provas devem ocorrer em abril.

Segundo a diretora do sindicato, Tania Viana, alguns empregados chegam a exceder o horário de serviço por falta de funcionários. “As pessoas que trabalham na bilheteria trabalham nove horas e meia por dia. A empresa paga hora extra, mas acho que seria menos gasto contratar novos funcionários”, afirmou.

A categoria quer a redução da jornada de trabalho para seis horas. Os metroviários pedem melhores condições de trabalho, com treinamentos para os funcionários de segurança e operação.

Os metroviários também reivindicam a correção das distorções salariais. De acordo com o sindicato, o reajuste salarial ficou congelado durante seis anos e informou que, após diversas reuniões, o Governo do Distrito Federal (GDF) só irá corrigir os valores do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A Secretaria de Estado de Administração Pública (Seap) ainda não comentou o aviso de greve.

Fonte: Correio Web / Papo de Concurseiro
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login