Home » News » Justiça de AL determina nomeação de 387 concursados da Saúde

O juiz Helestron Silva da Costa da 17ª Vara Cível da Capital determinou que o governo do estado de Alagoas nomeasse 387 aprovados no concurso público para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e para a Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), realizado em 2002. A decisão foi proferida no último dia 24 de fevereiro.

O concurso estava com o prazo de validade suspenso pela Justiça desde 2007, ano em que a promotora da Fazenda Estadual Cecília Carnaúba ajuizou uma ação civil pública em favor dos concursados.

Com a determinação judicial, o estado de Alagoas terá de nomear 88 médicos, 76 técnicos de enfermagem, 47 auxiliares de serviços diversos, 33 nutricionistas, 28 fisioterapeutas, 25 assistentes de administração, 17 enfermeiros, 17 copeiros, 15 padioleiros, 13 cozinheiros, 7 farmacêuticos, 7 psicólogos, 4 técnicos em segurança, 3 administradores, 2 auxiliares de enfermagem, 2 encanadores, 2 marceneiros e 1 odontólogo buco-maxilo.

“A Justiça finalmente está sendo feita com a condenação do estado a convocar esses profissionais e garantir a eles benefícios que os funcionários terceirizados não teriam nunca, a exemplo da estabilidade após três anos de estágio probatório”, explica a promotora Cecília Carnaúba.

A Justiça considerou ainda ilegal a contratação de funcionários terceirizados durante a vigência do certame. Segundo o Ministério Público, as vagas destinadas a reserva técnica foram ocupadas por contratações temporárias.

Diante das denúncias de irregularidades na contratação de funcionários terceirizados, o Ministério Público Estadual decidiu intervir antes que a validade do certame expirasse no dia 13 de maio de 2007.

Fonte: G1 Concursos
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

3 Comments

  1. Silvania disse:

    Como concursada e ainda continuo concurseira EVP fico feliz com esta notícia pois em Alagoas a palavra “indicação política” ainda é muito falada e quando um concursado entra para tomar posse passa por diversos problemas para finalmente trabalhar. Isonomia e equidade são palavras que precisam ser usadas e cumpridas. Parabéns para quem lutou, estudou e passou no concurso e foi atrás dos seus direitos, a constituição é para ser cumprida.

  2. Rubens disse:

    Até agora nada (16 de Junho de 2014)
    A justiça decretou e porque não foi convocado os concursados?

  3. carlos henrique disse:

    alguém sabe dizer quais os benefícios que os funcionários da UNCISAL recebem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login