Home » News » Ministério da Fazenda: Definido horário das provas objetivas

Saiu a convocação para as provas do concurso para 1.026 vagas de assistente técnico-administrativo (nível médio) do Ministério da Fazenda. As avaliações objetivas, única etapa da seleção, estão confirmadas para o próximo dia 27, em todas as capitais, no horário das 14h às 18h. Os locais dos exames serão divulgados no site da Esaf, organizadora, três dias antes, ou seja, no dia 24. A seleção atraiu 263.770 inscritos.

Caso o nome do candidato não conste no cadastro de inscritos disponibilizado, para consulta, no site do organizador, será necessário comparecer ao órgão do Ministério da Fazenda, constante no Anexo III do edital, sediado na cidade onde optou por prestar as provas, durante os três dias que antecederem à data de realização das avaliações, para confirmar a inscrição e inteirar-se do local de aplicação dos exames.

As provas serão compostas por 70 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 20 de Conhecimentos Específicos. Na parte básica, serão 20 questões de Língua Portuguesa (com peso dois), dez de Matemática e Raciocínio Lógico (peso dois), dez de Conhecimentos de Informática (peso um) e dez de Atualidades (peso um). Já na específica, serão cinco questões de cada uma das seguintes disciplinas (todas com peso dois): Gestão de Pessoas e do Atendimento ao Público, Ética do Servidor na Administração Pública, Administração Pública Brasileira e Regime Jurídico dos Agentes Públicos.

Para ser aprovado, será necessário obter ao menos a pontuação mínima estabelecida no edital de abertura para cada disciplina, além dos mínimos de 40 pontos de um total de 80 na prova de Conhecimentos Básicos (50%), 16 pontos de 40 na prova de Conhecimentos Específicos (40%) e 60 pontos de 120 no conjunto das provas (50%). Será preciso ainda se classificar, dentro do município pretendido, até a posição correspondente ao número máximo estabelecido no Anexo II do Decreto 6.944/09. Dessa forma, para a cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, serão aprovados os classificados até o dobro do número de vagas, ou seja, até a 70ª posição.

A divulgação, e consequente homologação, do resultado final do concurso está prevista para 3 de junho, o que, caso se confirme, possibilitará a nomeação dos aprovados ainda este ano. De acordo com a legislação eleitoral, para que isso seja possível, a homologação precisa ocorrer até 5 de julho. A validade do concurso será de um ano, podendo dobrar. Nesse período, novas vagas poderão ser oferecidas, desde que haja autorização do governo. A quantidade de vagas extras poderá chegar a pelo menos 513 (50% do quantitativo inicial).

Fonte: Folha Dirigida
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

1 Comment

  1. vera lucia da silva disse:

    desejo receber o local da prova urgente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login