Home » News » TJGO exonera psicóloga classificada fora do número de vagas

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) concordou com a exoneração de uma psicóloga que participou de concurso público do município de Aurilândia/GO. O certame ofertou uma vaga imediata e uma para cadastro reserva. A concorrente, que ficou em quarto na classificação final, não está na lista final de aprovados. Segundo ela, as duas primeiras colocadas não quiseram assumir o cargo e a terceira faleceu antes da nomeação. Diante disso, ela foi convocada e tomou posse.

Para o relator do processo, desembargador Walter Carlos Leme, o que torna a posse ilegal é o fato dela não se classificar dentro do número de vagas abertas na seleção.   Para ele, a desistência das candidatas habilitadas não torna legítima a convocação de quem está fora da oferta. O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) anulou a admissão da servidora.

Fonte: CorreioWeb
Saiba mais no SOS Concurseiro.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *